Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar

Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o lançamento de novo cultivar. É o SCS 125 da Epagri, que foi apresentado aos produtores nesta sexta-feira, 19, durante o Dia de Campo da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), em Rio do Sul. O evento contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e fez parte também das comemorações de 50 anos da Cravil.

"A abertura da colheita do arroz representa um marco para o agronegócio catarinense, um dia a ser celebrado. É o resultado de um trabalho coletivo que envolve produtores rurais, cooperativas, Governo do Estado e nossos técnicos e pesquisadores da Epagri. Comemoramos ainda o lançamento de um novo cultivar de arroz irrigado com características de alto índice de produtividade, que foram observadas já nas primeiras colheitas. Isso demonstra que o setor produtivo vem inovando, buscando novas tecnologias e aumentando cada vez mais a qualidade e produtividade em nossas lavouras", destaca o secretário Altair Silva.



O SCS 125 é 33º cultivar lançado em Santa Catarina e foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI) - referência nacional em pesquisa pública com o grão. Entre as principais características deste arroz estão o alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral.

Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, o lançamento é mais uma prova da excelência catarinense nas pesquisas voltadas à cadeia produtiva de arroz. “Tanto esse, quanto nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara.

Sanidade como diferencial produtivo

O engenheiro agrônomo da Agrogiusti, Edivani E. Coelho, já começou a plantar o SCS125 nos campos da empresa produtora de sementes de arroz e os resultados são promissores. A sanidade é um dos destaques.

De acordo com o engenheiro agrônomo, mesmo com condições climáticas favoráveis ao surgimento de doenças, com dias nublados e chuvosos, o material manteve a qualidade em relação a outros cultivares produzidos na empresa “A avaliação do desempenho do cultivar até o momento é muito boa, estamos muito satisfeitos, a expectativa é boa com relação à produtividade, sanidade e qualidade da semente”, relata.

Safra de arroz em Santa Catarina

Santa Catarina espera colher 1,18 milhão de toneladas de arroz nesta safra em 7,9 mil hectares plantados. A produção está concentrada na região de Araranguá, principalmente nos municípios de Turvo e Meleiro.

O arroz se tornou ainda um importante item na pauta de exportações catarinense. Em 2020, os embarques aumentaram mais de 600% em relação ao ano anterior, totalizando US$20,4 milhões em faturamento e 48,2 mil toneladas vendidas. Os principais compradores do arroz produzido no estado foram África do Sul, Guatemala e Senegal.

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o...
Postado em 24 de Setembro de 2019 às 13h10

Aluna do Balé de Cordilheira Alta é aprovada em seletiva do Teatro Bolshoi

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina “Uma notícia maravilhosa que pegou todos de surpresa”, foi desta forma que a professora Sonia Briancini, da Cia de Dança Realce de Cordilhera Alta,...

“Uma notícia maravilhosa que pegou todos de surpresa”, foi desta forma que a professora Sonia Briancini, da Cia de Dança Realce de Cordilhera Alta, descreveu o fato de pela primeira vez na história, uma aluna do município ser selecionada para etapa nacional da escola que é considerada uma das mais importantes do mundo no segmento, a Escola do Teatro Bolshoi de Moscou, com filial em Joinville. A escola de Joinville é a única filial do Teatro fora da Russia e trabalha com alunos e alunas de todas as regiões do Brasil.

A seletiva regional aconteceu na última quinta (19), em Chapecó e Cordilheira Alta esteve representada por três bailarinas. Maria Eloíza Peccinin, de 11 anos, da comunidade de Rodeio Bonito interior do município, foi selecionada após uma criteriosa avaliação de 2h e 30min.

A bailarina participa da Escola de Dança Realce, mantida pela Associação Amigos da Cultura que conta também com o apoio do governo municipal, através da cedência da Sala de aula, com a infraestrutura necessária, além do auxílio financeiro para o grande festival de dança que acontece anualmente no mês de dezembro, produzido e organizado pela Associação.

Segundo a professora Sonia Briancini, a bailarina faz aulas na Cia de Dança Realce há dois anos e o resultado inédito, é motivo de muita comemoração. “A Maria está com nós há mais de dois anos e este resultado é muito importante. A escola do Bolshoi é uma das mais importantes do mundo e nós realmente não esperávamos este resultado. Sabíamos do potencial das nossas três alunas que participaram da seletiva, mas o objetivo principal era adquirir experiência, porém quando recebemos o resultado ficamos emocionados, já que haviam apenas duas vagas. Agora ela participa da seletiva nacional no mês de outubro em Joinville, etapa que com certeza será muito mais difícil, mas independentemente do resultado já nos sentimos vitoriosos por chegar lá. Parabéns a Maria Eloíza pela determinação e a disciplina e parabéns pelo apoio da família, isto é um exemplo para todas as demais alunas da escola”, comenta.
O prefeito Carlos Alberto Tozzo parabeniza a aluna e a professora pela conquista inédita. “Quero em nome de todo o município, parabenizar a Maria Eloíza Piccinin, a sua família e a professora Sonia por esta conquista. Realmente nos enche de orgulho e mais uma vez coloca o nome de Cordilheira Alta em evidência em todo o estado de Santa Catarina. Nós apoiamos a Associação e a escola de dança Realce desde o início do nosso governo. Uma das primeiras obras da nossa gestão foi exatamente a reforma da sala e aquisição dos equipamentos onde as aulas são realizadas. Anualmente custeamos toda a estrutura do festival de dança e agora sem dúvida, vamos auxiliar no que for possível e principalmente legal, para que a aluna tenha as perfeitas condições de participar desta seletiva nacional”, finaliza.

A seletiva Nacional acontece nos dias 18, 19 e 20 de outubro, no Centreventos Cau Hansen, em Joinville.

Veja também

Refugiados venezuelanos são acolhidos em Chapecó28/05/19 O oeste catarinense acolhe o primeiro grupo de refugiados venezuelanos que chega ao sul do Brasil. Transportados pelo Governo Brasileiro, um grupo de 81 pessoas chegou na segunda-feira (27) no Aeroporto Serafim Enoss Bertaso, de Chapecó, e outros 70 chegam nesta quarta-feira (29). No total, o grupo é formado por 150 adultos, homens e mulheres oriundos de várias regiões da Venezuela......

Voltar para Cidades