Postado em 29 de Novembro às 14h24

      Após 23 anos Entre Rios passará a contar com abastecimento de água de qualidade

      Administração municipal assina convênio com a Casan que passará a fornecer os serviços.

      Por: Joimara S.Camilotti

      Entre Rios – Com dificuldades no abastecimento de água para mais de 400 famílias do município, o prefeito Jurandir Dell ´Osbel e o vice Evandro Antônio dos Passos, com o apoio dos vereadores receberam na quarta-feira (28) a confirmação de que a companhia de água Casan, vai administrar os serviços na cidade.


      Desde a emancipação do município, em 1995, a água que chegava até as residências era de um pequeno riacho. O cuidado e tratamento vinha sendo feito pelas administrações, no entanto, nunca havia sido possível conquistar recursos para construir uma estação de tratamento adequada, com filtros e equipamentos necessários.


      Estima-se que seriam necessários mais de R$ 300 mil para que o município passasse a contar com uma estação necessária. Assim, as tratativas na busca de passar esse serviço para a Casan foi iniciado e em dois anos do mandato de Jurandir e Evandro, foi possível concretizar o desejo.


      Os moradores contam que em dias de chuva não era possível utilizar a água, devido a quantidade de terra que vinha junto. Assim, muitas vezes era necessário aguardar até dois dias para utilizar a água limpa novamente.


      “Para nós é uma conquista. Recebemos com muita alegria a informação de que a Casan vai passar a administrar os serviços de abastecimento de água e tratamento de esgoto no município. Isso é uma vitória não só da administração, mas para todos os moradores, pois passarão a contar com água de qualidade. Há muitos anos nossa cidade convive com o problema de abastecimento de água, sendo assim a partir de agora gradativamente as melhorias serão notáveis pela nossa comunidade.”, disse o prefeito.


      Uma equipe da Casan estará em Entre Rios na próxima semana, para avaliar as condições, necessidades de estrutura, bem como estudo para perfuração de poços artesianos. Após, haverá uma audiência pública com a população e a assinatura do contrato de serviço com a companhia.

      Veja também

      Voltar para Cidades