Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar

Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o lançamento de novo cultivar. É o SCS 125 da Epagri, que foi apresentado aos produtores nesta sexta-feira, 19, durante o Dia de Campo da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), em Rio do Sul. O evento contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e fez parte também das comemorações de 50 anos da Cravil.

"A abertura da colheita do arroz representa um marco para o agronegócio catarinense, um dia a ser celebrado. É o resultado de um trabalho coletivo que envolve produtores rurais, cooperativas, Governo do Estado e nossos técnicos e pesquisadores da Epagri. Comemoramos ainda o lançamento de um novo cultivar de arroz irrigado com características de alto índice de produtividade, que foram observadas já nas primeiras colheitas. Isso demonstra que o setor produtivo vem inovando, buscando novas tecnologias e aumentando cada vez mais a qualidade e produtividade em nossas lavouras", destaca o secretário Altair Silva.



O SCS 125 é 33º cultivar lançado em Santa Catarina e foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI) - referência nacional em pesquisa pública com o grão. Entre as principais características deste arroz estão o alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral.

Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, o lançamento é mais uma prova da excelência catarinense nas pesquisas voltadas à cadeia produtiva de arroz. “Tanto esse, quanto nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara.

Sanidade como diferencial produtivo

O engenheiro agrônomo da Agrogiusti, Edivani E. Coelho, já começou a plantar o SCS125 nos campos da empresa produtora de sementes de arroz e os resultados são promissores. A sanidade é um dos destaques.

De acordo com o engenheiro agrônomo, mesmo com condições climáticas favoráveis ao surgimento de doenças, com dias nublados e chuvosos, o material manteve a qualidade em relação a outros cultivares produzidos na empresa “A avaliação do desempenho do cultivar até o momento é muito boa, estamos muito satisfeitos, a expectativa é boa com relação à produtividade, sanidade e qualidade da semente”, relata.

Safra de arroz em Santa Catarina

Santa Catarina espera colher 1,18 milhão de toneladas de arroz nesta safra em 7,9 mil hectares plantados. A produção está concentrada na região de Araranguá, principalmente nos municípios de Turvo e Meleiro.

O arroz se tornou ainda um importante item na pauta de exportações catarinense. Em 2020, os embarques aumentaram mais de 600% em relação ao ano anterior, totalizando US$20,4 milhões em faturamento e 48,2 mil toneladas vendidas. Os principais compradores do arroz produzido no estado foram África do Sul, Guatemala e Senegal.

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o...
Postado em 12 de Junho de 2019 às 08h50

Bolsinhas entregues a pacientes de Vargeão facilitam na organização de medicamentos

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Implementadas há anos em Vargeão, uma nova remessa de bolsas organizadoras foi adquirida pelo Governo Municipal através da Secretaria de Saúde. Um...

Implementadas há anos em Vargeão, uma nova remessa de bolsas organizadoras foi adquirida pelo Governo Municipal através da Secretaria de Saúde. Um total de cem novas bolsinhas com divisórias estão à disposição do Departamento de Assistência Farmacêutica para serem entregues aos vargeonenses.

As necessaires possuem três compartimentos para armazenar de maneira organizada os medicamentos, divididos em matutino, vespertino e noturno.

No compartimento de cor amarela são guardados os medicamentos que devem ser tomados pela manhã. No bolso vermelho, remédios usados à tarde. Já na divisória preta ficam os medicamentos da noite.

Além das divisões por cores e escrita indicando os períodos do dia, os três compartimentos também possuem gravuras indicando os horários. Xícara de café (manhã), Sol (tarde), Lua (noite).



Viviane Zardinello, que trabalha na farmácia da Unidade de Saúde explica que o intuito é melhorar a adesão das pessoas ao tratamento medicamentoso, proporcionando mais autonomia aos pacientes dos seguintes grupos:

. Portadores de doenças crônicas (hipertensão, diabetes, entre outras), que fazem o uso contínuo de diversos medicamentos.

. Idosos que possuem dificuldade de memorização, diminuição da visão e da destreza manual.

. Pacientes analfabetos ou com problemas visuais.

. Pacientes com problemas mentais, auxiliando os familiares na administração dos medicamentos.

A organização dos medicamentos nas bolsas é feita pelas farmacêuticas durante a entrega dos medicamentos, tanto Unidade de Saúde quanto nas visitas domiciliares.

“O objetivo é estimular o uso racional dos medicamentos, com maior adesão aos tratamentos, além de proporcionar maior autonomia aos pacientes, melhorando a qualidade de vida da população”, comenta Viviane.

Veja também

Presidente da AMAI assina convênio com Projeto Recuperar02/08/19 A presidente da AMAI e prefeita de São Domingos, Eliéze Comachio, assinou na tarde de ontem (01), em evento em Florianópolis, o termo de abertura do Programa de Transferência do Projeto Recuperar, que tem por objetivo realizar o repasse financeiro para manutenção e recuperação rotineira da malha viária estadual. Para execução do projeto a......
AMAI é apoiadora de curso de Fiscalização Ambiental28/08/19 A Federação Catarinense de Municípios (FECAM) por meio do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Meio Ambiente (CEGEMA), e em parceria com a Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina e apoio da AMAI realiza nesta quarta e......

Voltar para Cidades