Postado em 17 de Dezembro de 2018 às 07h50

Delegacias de SC recebem denúncias de mulheres que relatam ter sido vítimas do médium João de Deus

Segundo os relatos, as mulheres, a pretexto de serem curadas, teriam sido vítimas de abusos sexuais praticados pelo médium

A Polícia Civil da região de São Miguel do Oeste já recebeu duas vítimas que relatam ter sido alvo das investidas criminosas do médium João de Deus. Segundo os relatos, as mulheres, a pretexto de serem curadas, teriam sido vítimas de abusos sexuais praticados pelo médium, na Casa de Dom Inácio de Loyolla, onde ele atende ao público, na cidade de Abadiânia, Goiás.

A Polícia Civil Catarinense registrou boletim de ocorrência, colheu as declarações das duas vítimas e encaminhou à Polícia Civil de Abadiânia, para conhecimento e providências legais.

Já são mais de trezentas vítimas que procuraram a Polícia Civil ou o Ministério Público para denunciar os abusos sofridos, o que resultou na decretação da prisão preventiva de João de Deus, que foi cumprida na data de hoje, no Estado de Goiás.

A Polícia Civil orienta as possíveis vítimas do médium João de Deus a procurar as Delegacias de Polícia de suas cidades, eis que toda informação acerca dos fatos é muito importante para a investigação em curso, independentemente da época em que os abusos aconteceram.

*Portal Wh3.com e Polícia Civil

Veja também

II Efacipu em Ipuaçu terá show nacional com Amado Batista29/04 A EFACIPU chega a sua segunda edição, e já tem data marcada no calendário de festividades. Este anos a festa terá uma estrutura mais ampla, praça de alimentação, exposições, e uma......

Voltar para Cidades