Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar

Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o lançamento de novo cultivar. É o SCS 125 da Epagri, que foi apresentado aos produtores nesta sexta-feira, 19, durante o Dia de Campo da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), em Rio do Sul. O evento contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e fez parte também das comemorações de 50 anos da Cravil.

"A abertura da colheita do arroz representa um marco para o agronegócio catarinense, um dia a ser celebrado. É o resultado de um trabalho coletivo que envolve produtores rurais, cooperativas, Governo do Estado e nossos técnicos e pesquisadores da Epagri. Comemoramos ainda o lançamento de um novo cultivar de arroz irrigado com características de alto índice de produtividade, que foram observadas já nas primeiras colheitas. Isso demonstra que o setor produtivo vem inovando, buscando novas tecnologias e aumentando cada vez mais a qualidade e produtividade em nossas lavouras", destaca o secretário Altair Silva.



O SCS 125 é 33º cultivar lançado em Santa Catarina e foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI) - referência nacional em pesquisa pública com o grão. Entre as principais características deste arroz estão o alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral.

Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, o lançamento é mais uma prova da excelência catarinense nas pesquisas voltadas à cadeia produtiva de arroz. “Tanto esse, quanto nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara.

Sanidade como diferencial produtivo

O engenheiro agrônomo da Agrogiusti, Edivani E. Coelho, já começou a plantar o SCS125 nos campos da empresa produtora de sementes de arroz e os resultados são promissores. A sanidade é um dos destaques.

De acordo com o engenheiro agrônomo, mesmo com condições climáticas favoráveis ao surgimento de doenças, com dias nublados e chuvosos, o material manteve a qualidade em relação a outros cultivares produzidos na empresa “A avaliação do desempenho do cultivar até o momento é muito boa, estamos muito satisfeitos, a expectativa é boa com relação à produtividade, sanidade e qualidade da semente”, relata.

Safra de arroz em Santa Catarina

Santa Catarina espera colher 1,18 milhão de toneladas de arroz nesta safra em 7,9 mil hectares plantados. A produção está concentrada na região de Araranguá, principalmente nos municípios de Turvo e Meleiro.

O arroz se tornou ainda um importante item na pauta de exportações catarinense. Em 2020, os embarques aumentaram mais de 600% em relação ao ano anterior, totalizando US$20,4 milhões em faturamento e 48,2 mil toneladas vendidas. Os principais compradores do arroz produzido no estado foram África do Sul, Guatemala e Senegal.

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o...
Postado em 07 de Maio de 2019 às 08h14

Feira do Bezerro movimenta mais de R$ 300 mil em Passos Maia

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Expositores e compradores de toda a região movimentaram mais de R$ 300 mil em negócios durante a VII Feira do Bezerro, que expôs centenas de animais durante...

Expositores e compradores de toda a região movimentaram mais de R$ 300 mil em negócios durante a VII Feira do Bezerro, que expôs centenas de animais durante o final de semana em Passos Maia. O evento na Associação Amigos do Cavalo foi promovido pela administração municipal.



Conforme o balanço, 111 machos foram vendidos ao valor de R$ 147.560 (média de R$ 5,97 o quilo). Também foram comercializadas 123 fêmeas pelo preço de R$ 143.900 (média de R$ 6,04 o quilo). O leilão ainda gerou um movimento de mais de R$ 11 mil em recursos doados à Apae de Passos Maia. O valor é para auxiliar na construção da sede própria da entidade.



Além dos arremates na tarde de domingo, dia 5, a feira teve na programação um baile com o conjunto Fogo de Chão, na noite de sábado, dia 4. Estandes também apresentaram produtos agrícolas, agropecuários e do comércio.



A organização foi feita pela Secretaria Municipal de Agricultura, Associação Amigos do Cavalo e Associação dos Pecuaristas de Passos Maia. “Ocorreu tudo dentro da expectativa”, avaliou o prefeito Leomar Listoni destacando também a qualidade dos animais comercializados.



“A feira já é tradicional no município, um elo entre os produtores que têm animais para venda e aqueles que têm intenção de adquirir animais para cria, recria ou engorda. Estão de parabéns todos que trabalharam incansavelmente para a realização desse evento, mais uma vez com resultado positivo”, concluiu.



Convênio



No evento ainda houve a assinatura de um convênio entre a Prefeitura e o Sicoob Valcredi Sul, voltado à concessão de empréstimo consignado para o funcionalismo público do município. O convênio permite aos servidores a tomada de crédito com os descontos das parcelas ocorrendo automaticamente nos vencimentos dos funcionários.

Veja também

Piscicultura é aliada ao cultivo de plantas para alimentar outros animais20/05/19 Produtores de Passos Maia e outros municípios da região assistiram a uma palestra e participaram de uma visita técnica sobre a produção de organismos na água, especialmente peixes, no último sábado, dia......
122 famílias tem imóveis regularizados em Ponte Serrada12/08/19 O Governo Municipal de Ponte Serrada, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com o Setor de Tributação entregaram 122 títulos de propriedade de imóvel urbana aos moradores de 6 loteamentos.......

Voltar para Cidades