Postado em 29 de Novembro de 2018 às 09h08

Fernanda de Oliveira é eleita primeira mulher presidente da OAB Xanxerê

Candidata da Chapa 101 teve 61% dos votos

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Xanxerê – Uma mulher foi eleita pela primeira vez presidente da OAB Xanxerê. Fernanda de Oliveira, da chapa 101 venceu com 61% dos votos a chapa 102 do...

Xanxerê – Uma mulher foi eleita pela primeira vez presidente da OAB Xanxerê.
Fernanda de Oliveira, da chapa 101 venceu com 61% dos votos a chapa 102 do candidato Maicon Imbes.
A chapa encabeçada por Fernanda terá como vice-presidente Sergio Luiz Marca Junior, Secretária-Geral Flávia Eberle, Secretária-adjunta Milena Comacchio, e o tesoureiro Rodrigo Luiz Bortoncello. 

A presidente
Fernanda Oliveira tem 42 anos, é formada há 19 anos e além da advocacia, é professora universitária.
A advogada participou por três anos do Conselho Estadual, na chapa do advogado Paulo Brincas de quem recebeu incentivo para a candidatura juntamente com Rafael Horn – eleito presidente da OAB/SC - e a candidata a presidente da CAASC, Claudia Prudêncio, advogada de Florianópolis.

*Confira mais detalhes na edição impressa no Folha Regional desta sexta-feira (30)

Veja também

Prefeitura de Xaxim apresentará metas fiscais durante audiência pública na próxima terça-feira29/05/19 Um dos pilares de sustentação da Lei de Responsabilidade Fiscal é a transparência da gestão mediante a participação popular. A Lei de Responsabilidade Fiscal estabelece no parágrafo 4º do artigo 9º, que até o final dos meses de maio, setembro e fevereiro, o Poder Executivo demonstrará e avaliará o cumprimento das metas fiscais de......
Ponte Serrada divulga programação de aniversário de 61 anos15/07/19 O Prefeito Municipal de Ponte Serrada Alceu Alberto Wrubel, entregou oficialmente ao público através de um vídeo publicado nas redes sociais, a programação de aniversário do município. No dia 27 de julho, Ponte......
Deputados federais do PSL pedem a destituição da Executiva em SC10/01/19 Entre as principais razões para a mudança os parlamentares relacionam a decisão de Esmeraldino de nomear uma nova Comissão Executiva Estadual, no final de 2018, sem ouvir as bases do partido, e de estar se distanciado das......

Voltar para Cidades