Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar

Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o lançamento de novo cultivar. É o SCS 125 da Epagri, que foi apresentado aos produtores nesta sexta-feira, 19, durante o Dia de Campo da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), em Rio do Sul. O evento contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e fez parte também das comemorações de 50 anos da Cravil.

"A abertura da colheita do arroz representa um marco para o agronegócio catarinense, um dia a ser celebrado. É o resultado de um trabalho coletivo que envolve produtores rurais, cooperativas, Governo do Estado e nossos técnicos e pesquisadores da Epagri. Comemoramos ainda o lançamento de um novo cultivar de arroz irrigado com características de alto índice de produtividade, que foram observadas já nas primeiras colheitas. Isso demonstra que o setor produtivo vem inovando, buscando novas tecnologias e aumentando cada vez mais a qualidade e produtividade em nossas lavouras", destaca o secretário Altair Silva.



O SCS 125 é 33º cultivar lançado em Santa Catarina e foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI) - referência nacional em pesquisa pública com o grão. Entre as principais características deste arroz estão o alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral.

Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, o lançamento é mais uma prova da excelência catarinense nas pesquisas voltadas à cadeia produtiva de arroz. “Tanto esse, quanto nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara.

Sanidade como diferencial produtivo

O engenheiro agrônomo da Agrogiusti, Edivani E. Coelho, já começou a plantar o SCS125 nos campos da empresa produtora de sementes de arroz e os resultados são promissores. A sanidade é um dos destaques.

De acordo com o engenheiro agrônomo, mesmo com condições climáticas favoráveis ao surgimento de doenças, com dias nublados e chuvosos, o material manteve a qualidade em relação a outros cultivares produzidos na empresa “A avaliação do desempenho do cultivar até o momento é muito boa, estamos muito satisfeitos, a expectativa é boa com relação à produtividade, sanidade e qualidade da semente”, relata.

Safra de arroz em Santa Catarina

Santa Catarina espera colher 1,18 milhão de toneladas de arroz nesta safra em 7,9 mil hectares plantados. A produção está concentrada na região de Araranguá, principalmente nos municípios de Turvo e Meleiro.

O arroz se tornou ainda um importante item na pauta de exportações catarinense. Em 2020, os embarques aumentaram mais de 600% em relação ao ano anterior, totalizando US$20,4 milhões em faturamento e 48,2 mil toneladas vendidas. Os principais compradores do arroz produzido no estado foram África do Sul, Guatemala e Senegal.

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o...
Postado em 21 de Março de 2019 às 14h07

Gaeco apreende provas e gabaritos de concurso público de Cordilheira Alta

O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) cumpriu um mandado de busca e apreensão na cidade de Cordilheira Alta/SC, no último domingo (17). Foram recolhidos cadernos de provas e gabaritos de um concurso realizado pela Câmara de Vereadores do município.

Cordilheira Alta - O Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) cumpriu um mandado de busca e apreensão na cidade de Cordilheira Alta, no último domingo (17). Foram recolhidos cadernos de provas e gabaritos de um concurso realizado pela Câmara de Vereadores do município. A investigação está sob sigilo, segundo a 10ª PJ.

O promotor de justiça e coordenador do Gaeco, Alessandro Rodrigo Argenta, informou à reportagem do ClicRDC, que a ação foi deflagrada a partir do pedido da 10ª Promotoria de Justiça de Chapecó.

A Promotoria relatou que na última sexta-feira (15), recebeu uma “denúncia anônima informando que o concurso aberto pela Câmara de Vereadores de Cordilheira Alta, cuja aplicação da prova competia a uma empresa terceirizada, estaria direcionado”.

Ainda segundo a Promotoria, “a denúncia anônima trouxe elementos concretos de vinculação de candidatos com agentes vinculados diretamente com certame, razão pela qual foi requisitado mandados de busca e apreensão dos cadernos de provas e gabaritos”.

Logo após a aplicação da prova, que foi acompanhada por um promotor de justiça, o material foi lacrado e apreendido. “A apreensão desse material visa descartar uma das formas de fraude e direcionamento do certame, mas isso não é capaz de evitar ou identificar, por si só, eventuais fraudes”, informou a 10ª Promotoria de Justiça de Chapecó.

Desdobramentos

Os gabaritos ainda se encontram lacrados pelo GAECO e serão abertos no dia agendado para abertura dos envelopes, que deverá ocorrer na sexta-feira (29), na presença de agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas, que farão a conferência e registro visual dos gabaritos, segundo a PJ.

A Promotoria destaca que, não há como afirmar que houve favorecimento ou qualquer irregularidade. “Trata-se de medida preventiva adotada pela Promotoria de Justiça, visando averiguar a idoneidade do concurso”, por isso o não serão divulgados nomes das pessoas suspeitas de serem favorecidas, “considerando a fase incipiente da investigação”.

Contraponto
Na quarta-feira (20), a reportagem do ClicRDC entrou em contato por telefone com a Câmara de Vereadores de Cordilheira Alta, a qual informou que a aplicação da prova compete a uma empresa terceirizada.

A reportagem também entrou em contato, ainda na quarta-feira, com o representante da empresa responsável pela aplicação da prova. Ele informou que vai se manifestar oficialmente nesta quinta-feira (21) .

 

(fonte: ClicRDC)

Veja também

Prefeitura de Xanxerê emite decreto de situação de emergência em razão dos danos causados pelas chuvas07/06/19 O prefeito Avelino Menegolla assinou, nesta sexta-feira (7), o decreto de situação de emergência nas áreas afetadas pela chuva intensa, registrada no dia 30 de maio. Conforme dados da Defesa Civil, das 00h até ás 14 horas, o volume de chuva chegou a 138mm, causando danos e prejuízos, como alagamento e deslizamento, tanto no comércio como na área rural......
Dia “D” de vacinação contra a gripe será neste sábado em Xaxim03/05/19 O “Dia D’’ da campanha nacional de vacinação contra a gripe está marcado para este sábado (04). Em Xaxim, a Secretaria Municipal de Saúde estará disponibilizando as doses da vacina em todas as todas......

Voltar para Cidades