Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar

Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o lançamento de novo cultivar. É o SCS 125 da Epagri, que foi apresentado aos produtores nesta sexta-feira, 19, durante o Dia de Campo da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), em Rio do Sul. O evento contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e fez parte também das comemorações de 50 anos da Cravil.

"A abertura da colheita do arroz representa um marco para o agronegócio catarinense, um dia a ser celebrado. É o resultado de um trabalho coletivo que envolve produtores rurais, cooperativas, Governo do Estado e nossos técnicos e pesquisadores da Epagri. Comemoramos ainda o lançamento de um novo cultivar de arroz irrigado com características de alto índice de produtividade, que foram observadas já nas primeiras colheitas. Isso demonstra que o setor produtivo vem inovando, buscando novas tecnologias e aumentando cada vez mais a qualidade e produtividade em nossas lavouras", destaca o secretário Altair Silva.



O SCS 125 é 33º cultivar lançado em Santa Catarina e foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI) - referência nacional em pesquisa pública com o grão. Entre as principais características deste arroz estão o alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral.

Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, o lançamento é mais uma prova da excelência catarinense nas pesquisas voltadas à cadeia produtiva de arroz. “Tanto esse, quanto nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara.

Sanidade como diferencial produtivo

O engenheiro agrônomo da Agrogiusti, Edivani E. Coelho, já começou a plantar o SCS125 nos campos da empresa produtora de sementes de arroz e os resultados são promissores. A sanidade é um dos destaques.

De acordo com o engenheiro agrônomo, mesmo com condições climáticas favoráveis ao surgimento de doenças, com dias nublados e chuvosos, o material manteve a qualidade em relação a outros cultivares produzidos na empresa “A avaliação do desempenho do cultivar até o momento é muito boa, estamos muito satisfeitos, a expectativa é boa com relação à produtividade, sanidade e qualidade da semente”, relata.

Safra de arroz em Santa Catarina

Santa Catarina espera colher 1,18 milhão de toneladas de arroz nesta safra em 7,9 mil hectares plantados. A produção está concentrada na região de Araranguá, principalmente nos municípios de Turvo e Meleiro.

O arroz se tornou ainda um importante item na pauta de exportações catarinense. Em 2020, os embarques aumentaram mais de 600% em relação ao ano anterior, totalizando US$20,4 milhões em faturamento e 48,2 mil toneladas vendidas. Os principais compradores do arroz produzido no estado foram África do Sul, Guatemala e Senegal.

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o...
Postado em 06 de Setembro de 2019 às 09h06

Governo de Xaxim garante construção de Complexo Esportivo

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Depois das interferências realizadas pela Ong Salva no antigo Módulo Esportivo do Botafogo, o local voltou ao abandono, situação na qual esteve por...

Depois das interferências realizadas pela Ong Salva no antigo Módulo Esportivo do Botafogo, o local voltou ao abandono, situação na qual esteve por mais de 20 anos. Até mesmo o local que foi reformado por mãos e recursos dos voluntários da Ong Salva agora é utilizado como depósito de materiais recicláveis.

Neste mês de agosto completou um ano que a prefeitura anunciou a construção de duas quadras de tênis no local. O anúncio foi feito em agosto de 2018. Na época foi anunciado por meio da imprensa de que em breve iria ser lançado o edital para a contratação de empresa para execução da obra.

Posteriormente em dezembro de 2018 a Prefeitura anunciou que o local abrigaria um Complexo Esportivo, com investimento, inicialmente de R$ 620mil contemplando, por exemplo, um campo de grama sintética para futebol society, duas quadras de tênis, uma quadra de vôlei de areia, um parque infantil, academia ao ar livre, pista para caminhada e pista de skate. Na ocasião o secretário de Esporte e Lazer, Chico Viecelli, afirmou que o edital seria lançado ainda em 2018 e que a obra teria um prazo de 90 dias para ser concluída.

Prefeitura garante obras
O secretário de Esportes, Chico Viecelli, um dos defensores da manutenção do local como um espaço de lazer e de prática esportiva, afirmou que apesar dos atrasos a obra do Complexo Esportivo vai sair do papel. “Em conversa com o prefeito eu recebi a garantia de que a obra vai sair, pois é um compromisso assumido pelo governo e que tem suma importância na área do esporte e Lazer”.

Recursos
O investimento do Complexo Esportivo é de R$ 1,5 milhão e vai ser realizado por meio de financiamento. “Em breve deve ir para o Legislativo um Projeto que pede autorização dos Vereadores para que a prefeitura contrate um financiamento para a realização de várias obras na cidade e uma destas obras é do complexo esportivo, depois desta etapa, havendo a aprovação, poderemos passar para a licitação da obra”.

Recursos próprios
Viecelli ainda frisou de que em caso de não aprovação do empréstimo a prefeitura vai realizar a obra do Complexo Esportivo com recursos próprios. “Acreditamos que não teremos problemas com a autorização da Câmara para o financiamento, pois não só o complexo, mas também as outras obras são de suma importância para nossa comunidade. De qualquer forma garantimos que a obra vai sair, pelo financiamento ou em últimos casos com recursos próprios”, concluiu Viecelli.
 

Veja também

Secretaria de Saúde de Xaxim realiza mais um grupo de combate à Obesidade23/05/19 Promover a melhora na qualidade de vida dos xaxinenses e a mudança de hábitos alimentares. Com esse objetivo, o Governo de Xaxim, por meio da Secretaria Municipal de Saúde iniciou nesta quarta-feira (22) no auditório da antiga Unochapecó, mais um grupo de combate à obesidade. O grupo, que conta com 17 participantes, terá encontros mensais com orientação......
Deputada Caroline De Toni destina emenda ao HRSP15/07/19 A direção do Hospital Regional São Paulo (HRSP) recebeu na última sexta-feira (12) uma indicação de emenda no valor de R$ 300 mil, realizada pela deputada federal Caroline De Toni (PSL). O recurso, para custeio de......

Voltar para Cidades