Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar

Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o lançamento de novo cultivar. É o SCS 125 da Epagri, que foi apresentado aos produtores nesta sexta-feira, 19, durante o Dia de Campo da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), em Rio do Sul. O evento contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e fez parte também das comemorações de 50 anos da Cravil.

"A abertura da colheita do arroz representa um marco para o agronegócio catarinense, um dia a ser celebrado. É o resultado de um trabalho coletivo que envolve produtores rurais, cooperativas, Governo do Estado e nossos técnicos e pesquisadores da Epagri. Comemoramos ainda o lançamento de um novo cultivar de arroz irrigado com características de alto índice de produtividade, que foram observadas já nas primeiras colheitas. Isso demonstra que o setor produtivo vem inovando, buscando novas tecnologias e aumentando cada vez mais a qualidade e produtividade em nossas lavouras", destaca o secretário Altair Silva.



O SCS 125 é 33º cultivar lançado em Santa Catarina e foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI) - referência nacional em pesquisa pública com o grão. Entre as principais características deste arroz estão o alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral.

Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, o lançamento é mais uma prova da excelência catarinense nas pesquisas voltadas à cadeia produtiva de arroz. “Tanto esse, quanto nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara.

Sanidade como diferencial produtivo

O engenheiro agrônomo da Agrogiusti, Edivani E. Coelho, já começou a plantar o SCS125 nos campos da empresa produtora de sementes de arroz e os resultados são promissores. A sanidade é um dos destaques.

De acordo com o engenheiro agrônomo, mesmo com condições climáticas favoráveis ao surgimento de doenças, com dias nublados e chuvosos, o material manteve a qualidade em relação a outros cultivares produzidos na empresa “A avaliação do desempenho do cultivar até o momento é muito boa, estamos muito satisfeitos, a expectativa é boa com relação à produtividade, sanidade e qualidade da semente”, relata.

Safra de arroz em Santa Catarina

Santa Catarina espera colher 1,18 milhão de toneladas de arroz nesta safra em 7,9 mil hectares plantados. A produção está concentrada na região de Araranguá, principalmente nos municípios de Turvo e Meleiro.

O arroz se tornou ainda um importante item na pauta de exportações catarinense. Em 2020, os embarques aumentaram mais de 600% em relação ao ano anterior, totalizando US$20,4 milhões em faturamento e 48,2 mil toneladas vendidas. Os principais compradores do arroz produzido no estado foram África do Sul, Guatemala e Senegal.

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o...
Postado em 14 de Junho de 2019 às 14h57

Governo de Xaxim reúne pacientes operados no Mutirão de Cirurgias de Coluna e Próteses de Joelho

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Foi realizada na manhã desta sexta-feira (14), no Gabinete Municipal, uma coletiva de imprensa com a presença de pacientes operados no Mutirão de Cirurgias...

Foi realizada na manhã desta sexta-feira (14), no Gabinete Municipal, uma coletiva de imprensa com a presença de pacientes operados no Mutirão de Cirurgias de Coluna e Próteses de Joelho que contemplou, até agora, 33 pacientes que foram operados no Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo, em abril e maio.

Pagas com recursos próprios do Governo Municipal, as cirurgias de coluna custaram entre R$ 17 mil a R$ 23 mil, dependendo da complexidade, um total aproximado de R$ 350 mil até o momento. Já as de prótese de joelho tiveram custo médio de R$ 11 mil e um total aproximado de R$ 250 mil. Estas cirurgias integram o investimento de R$ 2 milhões em cirurgias ortopédicas que estão sendo custeadas pela Administração Municipal por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

Participou do ato o Prefeito em Exercício, Adriano Bortolanza; Secretário Municipal da Administração, Melchior Berté; Secretário Municipal de Saúde, Davi Provenzi Machado; Secretário Municipal de Esportes e Lazer, Chico Viecelli; Secretário Municipal de Educação e Cultura, Professor Rubens Marafon; e Secretário Municipal de Assistência Social e Habitação, Juliano do Prado de Lima. Também, profissionais da Saúde ligados ao TFD, SISREG, Atenção Básica e à Diretoria de Saúde, além de presidentes de associações e representantes da imprensa municipal.

Durante o ato, o Secretário Davi expôs que “os relatos dos pacientes não deixam dúvidas das fortes dores que sentiam diariamente há anos. Por isso, mesmo não sendo um dever nosso, mas do Estado, bancamos enquanto município todas essas cirurgias e reestabelecemos a saúde destes pacientes que integram o montante de 1.568 cirurgias realizadas, em suma, com recursos próprios até aqui”.

Já o Prefeito em exercício, Adriano Bortolanza, destacou que “a saúde é o principal pilar da qualidade de vida humana. Por isso, é preciso garantir que nossos munícipes não precisem conviver com as dores e com as limitações para que vivam com mais dignidade no convívio familiar, social e profissional, e é com esse intuito que realizamos mais esse Mutirão”.

Para a munícipe Juliana Polli Chiodi, de 38 anos, que passou por cirurgia de coluna, “começo agora uma nova vida. Faz menos de um mês que operei e já não sinto mais nenhuma dor. Antes, sentia dor em todas as atividades e mesmo para dormir. Não era vida o que eu passei. Hoje, mesmo ainda me recuperando do procedimento, vivo com alegria! Todos me trataram muito bem, seja no município ou em Passo Fundo, por isso só tenho a agradecer por ter tido essa oportunidade”, finalizou.

Veja também

Aluna do Balé de Cordilheira Alta é aprovada em seletiva do Teatro Bolshoi24/09/19 “Uma notícia maravilhosa que pegou todos de surpresa”, foi desta forma que a professora Sonia Briancini, da Cia de Dança Realce de Cordilhera Alta, descreveu o fato de pela primeira vez na história, uma aluna do município ser selecionada para etapa nacional da escola que é considerada uma das mais importantes do mundo no segmento, a Escola do Teatro Bolshoi de Moscou,......
Acidente entre carro e moto no Bairro Ari Lunardi deixa motociclista ferido03/08/19 O Corpo de Bombeiros de Xaxim atendeu na tarde de sábado (3) acidente de trânsito entre carro e moto no Bairro Ari Lunardi. O Condutor da motocicleta, de 19 anos, apresentava escoriações e relatava dores dos membros inferiores.......

Voltar para Cidades