Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar

Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o lançamento de novo cultivar. É o SCS 125 da Epagri, que foi apresentado aos produtores nesta sexta-feira, 19, durante o Dia de Campo da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), em Rio do Sul. O evento contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e fez parte também das comemorações de 50 anos da Cravil.

"A abertura da colheita do arroz representa um marco para o agronegócio catarinense, um dia a ser celebrado. É o resultado de um trabalho coletivo que envolve produtores rurais, cooperativas, Governo do Estado e nossos técnicos e pesquisadores da Epagri. Comemoramos ainda o lançamento de um novo cultivar de arroz irrigado com características de alto índice de produtividade, que foram observadas já nas primeiras colheitas. Isso demonstra que o setor produtivo vem inovando, buscando novas tecnologias e aumentando cada vez mais a qualidade e produtividade em nossas lavouras", destaca o secretário Altair Silva.



O SCS 125 é 33º cultivar lançado em Santa Catarina e foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI) - referência nacional em pesquisa pública com o grão. Entre as principais características deste arroz estão o alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral.

Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, o lançamento é mais uma prova da excelência catarinense nas pesquisas voltadas à cadeia produtiva de arroz. “Tanto esse, quanto nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara.

Sanidade como diferencial produtivo

O engenheiro agrônomo da Agrogiusti, Edivani E. Coelho, já começou a plantar o SCS125 nos campos da empresa produtora de sementes de arroz e os resultados são promissores. A sanidade é um dos destaques.

De acordo com o engenheiro agrônomo, mesmo com condições climáticas favoráveis ao surgimento de doenças, com dias nublados e chuvosos, o material manteve a qualidade em relação a outros cultivares produzidos na empresa “A avaliação do desempenho do cultivar até o momento é muito boa, estamos muito satisfeitos, a expectativa é boa com relação à produtividade, sanidade e qualidade da semente”, relata.

Safra de arroz em Santa Catarina

Santa Catarina espera colher 1,18 milhão de toneladas de arroz nesta safra em 7,9 mil hectares plantados. A produção está concentrada na região de Araranguá, principalmente nos municípios de Turvo e Meleiro.

O arroz se tornou ainda um importante item na pauta de exportações catarinense. Em 2020, os embarques aumentaram mais de 600% em relação ao ano anterior, totalizando US$20,4 milhões em faturamento e 48,2 mil toneladas vendidas. Os principais compradores do arroz produzido no estado foram África do Sul, Guatemala e Senegal.

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o...
Postado em 24 de Junho de 2019 às 09h02

Joseane crítica situação das estradas do interior

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina A vereador do MDB, Joseane Sampaio usou o espaço da tribuna na reunião desta terça-feira, 18, para falar sobre a situação das estradas do...

A vereador do MDB, Joseane Sampaio usou o espaço da tribuna na reunião desta terça-feira, 18, para falar sobre a situação das estradas do interior do nosso município. Ela, juntamente com o vereador Gildomar Michelon estiveram visitas algumas linhas, onde confirmaram a situação precária em que se encontram e, inclusive o serviço inacabado por parte das máquinas da prefeitura.

Eles visitaram o trecho compreendido da Vila Folle até o Rio Irani mais precisamente nas Linhas Irani I e II, Linha Palaoro, Linha Santa Lucia, Linha Antônio Prado, Linha Monte Belo, Linha São Francisco, Linha Voltão, Lagoa da Pedra e em todo o trecho da estrada geral de Xaxim até a divisa com o município de Arvoredo. A vereadora destacou, em seu pronunciamento, que muitos locais visitas o serviço iniciou, porém não foi finalizado, deixando inclusive valas em aberto, fazendo com que os próprios produtores tivessem que fechar para ter acesso a sua propriedade.

Joseane salientou que esse tipo de serviço, inacabado é o reflexo da falta de gestão da administração municipal e principalmente, ver os recursos públicos se esgotando, sem qualquer planejamento do início até a conclusão dos trabalhos. Diante disso, a vereadora de oposição cobrou, por parte da administração Municipal e Secretaria de Infraestrutura que seja encaminhado à Casa Legislativa, um cronograma de atividades de melhorias nas estradas vicinais, para quando os munícipes procurarem os vereadores, os nobres edís terem informações precisas para repassar à população.

Ela lembrou que nosso município possuí uma agricultura muito forte e boa parte da arrecadação de impostos vem da agricultura familiar, porém, ela enaltece que está faltando incentivo por parte do Poder Público no sentido de proporcionar condições dos produtores escoar a produção dos produtos em Xaxim.

Veja também

EBM Dr. Ari Moacir Lunardi desenvolve Projeto Geladeira Literária em Xaxim08/07/19 Incentivar a leitura por meio de um espaço especialmente criado para instigar a curiosidade das crianças é o objetivo do Projeto Geladeira Literária desenvolvido na Escola Básica Municipal Doutor Ari Moacir Lunardi, em......

Voltar para Cidades