Postado em 03 de Maio às 16h39

Motorista que adquiriu dengue em Xaxim alerta sobre prevenção da doença

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Há poucos dias, Xaxim teve a confirmação do primeiro caso de dengue contraído por um munícipe. Claudimar Marcansoni, o popular Faísca,...

Há poucos dias, Xaxim teve a confirmação do primeiro caso de dengue contraído por um munícipe. Claudimar Marcansoni, o popular Faísca, motorista de ônibus contraiu a doença à cerca de 15 dias no litoral Catarinense.

Ao usar o espaço da tribuna na reunião desta quinta-feira, 02, do Poder Legislativo, o motorista comentou que se deslocou com um grupo de passageiros na sexta-feira para um passeio turístico. Ao chegar na Pousada, ele foi descansar no quarto, quando já avistou alguns mosquitos, porém não imaginou que fossem mosquitos da dengue.

Os sintomas de febre, dor no corpo, semelhantes a de um resfriado começaram logo no sábado, porém, não deu muita atenção, achando se tratar de uma gripe. Mesmo tomando remédio, os sintomas passavam momentaneamente, mas logo voltavam. Faísca retornou ao município na segunda, onde permaneceu em casa até a quarta-feira, procurando na quinta-feira, o Hospital Frei Bruno.

Ao relatar os sintomas ao médico, ele destacou além das dores no corpo, febre, havia também manchas pelo corpo e a urina estava com coloração vermelha, contudo o profissional cogitou que poderia ser uma crise renal, e solicitou que ele fizesse exames. Eles ficaram prontos na sexta pela manhã, no entanto, Faísca não teve tempo de mostrar os exames a um profissional, pois logo teria que fazer outra viagem.

No sábado, já apareciam manchas nos pés. Diante os sintomas, ele enviou algumas fotos por whatsapp a uma médica e a orientação foi para que procurasse atendimento médico o mais breve possível, pois o caso era grave. Após finalizar o trabalho, na parte da noite ele procurou uma UPA em Porto Belo.

Durante o atendimento, ao olhar o exame, o médico já afirmou se tratar de Dengue, mesmo assim fez na Upa mesmo, coleta de sangue para novos exames. Diante disso, o paciente ficou em observação e recebeu medicação tanto no sábado à noite quanto no domingo, antes ao meio dia.

Ao retornar para Xaxim, ele foi ao Hospital Frei Bruno, mostrou os exames aos profissionais e explicou que no litoral foi diagnosticado com Dengue. Porém, mesmo com os exames comprovando o diagnóstico, novas análises foram solicitados para confirmar a doença, ficando internado no HFB para tratar a doença. Em tribuna, Faísca disse que o atendimento deixou a desejar. Segundo ele, estão despreparados para esse tipo de situação.

Ele orientou às pessoas que tomem cuidado quanto aos sintomas da Dengue, pois as dores são muito fortes, que inclusive os médicos, afirmaram que a resistência do paciente era muito boa. Além disso, destacou a necessidade do uso do repelente, hidratação e os cuidados com a automedicação.

Veja também

Voltar para Cidades