Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar

Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o lançamento de novo cultivar. É o SCS 125 da Epagri, que foi apresentado aos produtores nesta sexta-feira, 19, durante o Dia de Campo da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), em Rio do Sul. O evento contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e fez parte também das comemorações de 50 anos da Cravil.

"A abertura da colheita do arroz representa um marco para o agronegócio catarinense, um dia a ser celebrado. É o resultado de um trabalho coletivo que envolve produtores rurais, cooperativas, Governo do Estado e nossos técnicos e pesquisadores da Epagri. Comemoramos ainda o lançamento de um novo cultivar de arroz irrigado com características de alto índice de produtividade, que foram observadas já nas primeiras colheitas. Isso demonstra que o setor produtivo vem inovando, buscando novas tecnologias e aumentando cada vez mais a qualidade e produtividade em nossas lavouras", destaca o secretário Altair Silva.



O SCS 125 é 33º cultivar lançado em Santa Catarina e foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI) - referência nacional em pesquisa pública com o grão. Entre as principais características deste arroz estão o alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral.

Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, o lançamento é mais uma prova da excelência catarinense nas pesquisas voltadas à cadeia produtiva de arroz. “Tanto esse, quanto nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara.

Sanidade como diferencial produtivo

O engenheiro agrônomo da Agrogiusti, Edivani E. Coelho, já começou a plantar o SCS125 nos campos da empresa produtora de sementes de arroz e os resultados são promissores. A sanidade é um dos destaques.

De acordo com o engenheiro agrônomo, mesmo com condições climáticas favoráveis ao surgimento de doenças, com dias nublados e chuvosos, o material manteve a qualidade em relação a outros cultivares produzidos na empresa “A avaliação do desempenho do cultivar até o momento é muito boa, estamos muito satisfeitos, a expectativa é boa com relação à produtividade, sanidade e qualidade da semente”, relata.

Safra de arroz em Santa Catarina

Santa Catarina espera colher 1,18 milhão de toneladas de arroz nesta safra em 7,9 mil hectares plantados. A produção está concentrada na região de Araranguá, principalmente nos municípios de Turvo e Meleiro.

O arroz se tornou ainda um importante item na pauta de exportações catarinense. Em 2020, os embarques aumentaram mais de 600% em relação ao ano anterior, totalizando US$20,4 milhões em faturamento e 48,2 mil toneladas vendidas. Os principais compradores do arroz produzido no estado foram África do Sul, Guatemala e Senegal.

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o...
Postado em 24 de Janeiro de 2019 às 09h33

O amor por caminhões que move e faz o menino Arthur sonhar

Jovem de Xanxerê, com paralisia cerebral, vira ator de comercial da Mercedes Benz, com direito a participação do cantor Daniel. 

Por Joimara S.Camilotti

Xanxerê – Da varanda de casa, deitado em um colchão, o olhar fica dividido entre o notebook e a BR 282. Assim são os dias de Arthur Ferreira que, aos 23 anos, portador de paralisia cerebral desde os quatro meses, descobriu a paixão por caminhões.


Desde pequeno e com uma inteligência imensa, o xanxerense sempre demonstrou amor por veículos grandes transformando suas ideias em desenhos. Terminou o segundo grau, frequentou a APAE, fez o Enem, tudo superando suas limitações físicas e motoras. Sem conseguir falar, Arthur encontrou na informática um meio de se comunicar com o mundo. Através de aplicativos começou a seguir o que mais adora, a paixão por caminhões.


Iniciou o contato com um caminhoneiro daqui, outro dali, tudo por meio de mensagens pelo computador, onde ia identificando onde moravam e fotografando os caminhoneiros que passavam pela BR 282. Aos poucos foi conquistando amigos virtuais da rodovia que faziam o trajeto buzinando e acenando ao chegar próximo a casa do garoto.


Sua paixão também lhe trouxe um pouco de auxílio financeiro, pois sua família arca com muitos custos de remédios e Arthur começou a transformar seus desenhos em adesivos e comercializá-los entre os caminhoneiros amigos.

Ponto de Parada: Casa do Arthur
Aos poucos, os caminhoneiros começaram a pegar a paralela da BR 282 e visitar a casa do garoto. Conhecer quem era aquele menino que se comunicava por mensagens. Destes encontros, um dos amigos conhecido como “Pouca Sombra”, pediu se poderia gravar um vídeo com Arthur e aí tudo começou a “bombar”.


A repercussão da história do Arthur foi ganhando destaque e chegou até a Mercedes-Benz. A avó conta que no final do ano passado receberam uma ligação convidando o Arthur para conhecer a empresa em São Paulo e gostariam de saber se ele teria condições para fazer uma viagem e permanecer lá por três dias. É claro que a resposta foi um sim.

De Xanxerê para um passeio inesquecível na Mercedes-Benz
Arthur embarcou no avião em Chapecó rumo a São Paulo. Por lá recebeu o cuidado necessário, transporte adaptado, alimentação e hospedagem, tudo custeado pela empresa. O menino sorridente da Capital do Milho teve o privilégio de conhecer o processo de fabricação daquilo que mais ama, um caminhão. Não bastasse, Arthur e a mãe Eleandra receberam mais um presente. O cantor sertanejo Daniel entrou na história de surpresa e a visita resultou em um comercial da marca.


Arthur nem precisa falar para que as pessoas percebam a imensa felicidade que sentiu em conhecer toda a fabricação, além, é claro, do privilégio de ter momentos com o cantor Daniel.


Se ele ainda tem um sonho? Sim, ele demonstra apontando para o computador. O jovem quer cursar uma faculdade de informática, mas precisa que o local tenha uma adaptação, pois não consegue permanecer muito tempo sentado.


Até o final deste mês, Arthur ainda vai estar colhendo os frutos da viagem que fez à Mercedes-Benz. Ele vai receber da própria empresa uma cadeira totalmente moderna, com farol, rádio amador, carregador de celular e no formato da frente de um caminhão. Também recebeu o convite de um médico de Chapecó para visitar a empresa Volvo de caminhões. Mais uma conquista do jovem que, mesmo com todas as suas limitações, não deixa o sorriso sair do rosto e conta com o apoio de toda a família e dos amigos da estrada.
 

Veja também

Alerta: Hospital Regional São Paulo de Xanxerê está superlotado24/07/19 As direções Administrativa e Técnica do Hospital Regional São Paulo (HRSP), preocupadas com a qualidade do atendimento aos pacientes, vêm a público pedir o apoio da comunidade em razão da superlotação que supera a capacidade técnica em diversos setores. Na manhã desta quarta-feira (24), 98,85% dos 174 leitos da instituição......

Voltar para Cidades