Postado em 05 de Dezembro às 14h55

Prefeito Menegolla frisa importância da gestão para obter sucesso na administração pública

Com obras em andamento, Menegolla destaca Parque Ecológico e reforma administrativa para 2019.

Por Joimara S.Camilotti

Xanxerê – Com um ano economicamente e politicamente atípico os prefeitos precisaram descobrir fórmulas para que o trabalho não parasse. Assim, em Xanxerê, a administração de Avelino Menegolla, encontrou na gestão e trabalho em equipe o formato ideal para conseguir fechar 2018 com as contas em dia. “Foi um ano bem proveitoso, nós tivemos mesmo com a dificuldade econômica do País, trabalhado muito com recursos próprios, em função de não ter muitas emendas, assim mesmo estamos chegando no final do ano com as contas em dia e o objetivo nosso era passar esse ano com o pé no chão, poder entrar o ano que vem mais estável”, disse o prefeito.


O que foi possível fazer em 2018
“Recuperamos muito o parque de máquinas, que é algo gradativo e todo o ano você tem que investir. Investimos na área da saúde, na educação cuidamos muito. Eu diria que na saúde praticamente zeramos alguns procedimentos com as cirurgias eletivas. Isso é reflexo da gestão, porque você não faz as coisas só com o dinheiro. Nós tivemos uma parceria muito importante com o Ministério Público que nos ajuda com sugestões e cobra não só o poder público, mas o usuário quando tem abuso como na perda de consultas agendadas. Xanxerê é exemplo para o Sebrae, com a Sala do Empreendedor, onde proporcionou para que as empresas fossem formalizadas com apoio e assim temos mais de 5% da população já formalizada. Isso é muito importante e o Sebrae disse que nós somos um dos municípios do Estado que mais cresceu. Isso é muito importante e precisamos fazer com que cada dia mais as pessoas possam acreditar no município. Mesmo com um ano difícil, nossa meta era finalizar com as contas em dia e pagamos o 13º salário antecipado fruto de uma equipe de trabalho, onde cada um fez sua parte. Nesse ano criamos o Conselho Gestor, que através da equipe tem dado uma economia muito grande, é um filtro que temos”, frisou.


Obras em andamento
Quanto às obras o prefeito destaca a entrega do Ginásio de Esportes Ivo Sguissardi o qual deixou para que os moradores dos bairros vizinhos escolham a data de inauguração. “Fizemos uma reunião com a comunidade e eles vão escolher a data da inauguração que será ou no dia do município ou no dia da tragédia”.
Tanto a Escola Padrão quanto o saneamento básico ainda estão em processo de conclusão e devem estar 100% funcionando somente no próximo ano.


Para 2019 o que esperar
“Em 2019 com novos governos a gente não sabe ainda o que pode acontecer, mas até a metade do ano não dá para esperar muita coisa, mas acreditamos que a economia vai melhorar, as pessoas vão investir mais. Xanxerê está de parabéns, porque em nenhum momento o empresário deixou de investir, a construção civil está bem acelerada e vamos ter uma arrecadação melhor para fazer frente as despesas que temos. Estamos concretizando a aquisição de uma área para aumentar o Parque Industrial em parceria com a Acix, onde a gente quer que novas empresas possam se instalar para gerar emprego e uma arrecadação melhor. Temos o sonho de um Parque Ecológico que estamos trabalhando para isso, para que no início de 2019 se concretize. E estamos fazendo pela área do turismo, já com a empresa realizando o levantamento para fazer um local onde os turistas possam parar e junto com isso a estrutura da nova rodoviária. São projetos para o desenvolvimento do município”.


Desafios futuros
Entre os obstáculos que o prefeito deverá passar no próximo ano, está a reforma administrativa e o cenário político sem representantes do Oeste.
“Sobre a reforma já demos inicio e até o mês de março queremos que possa acontecer para melhorar a gestão pública, isso vai contribuir muito para atender melhor a comunidade. Agora politicamente perdemos muito, não conseguimos eleger nenhum representante local. Muitos acham que a política não é necessária, mas eu sei o quanto é importante você ter um representante na Assembleia, no governo e isso nós vamos sentir lá na frente. Dos novos mandatários a gente acredita que possam fazer um bom trabalho e que possam olhar pelos municípios, porque hoje temos que aplicar mais de R$ 600 mil por mês que seria compromisso da União na área da saúde”.
 

Veja também

Voltar para Cidades