Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar

Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o lançamento de novo cultivar. É o SCS 125 da Epagri, que foi apresentado aos produtores nesta sexta-feira, 19, durante o Dia de Campo da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), em Rio do Sul. O evento contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e fez parte também das comemorações de 50 anos da Cravil.

"A abertura da colheita do arroz representa um marco para o agronegócio catarinense, um dia a ser celebrado. É o resultado de um trabalho coletivo que envolve produtores rurais, cooperativas, Governo do Estado e nossos técnicos e pesquisadores da Epagri. Comemoramos ainda o lançamento de um novo cultivar de arroz irrigado com características de alto índice de produtividade, que foram observadas já nas primeiras colheitas. Isso demonstra que o setor produtivo vem inovando, buscando novas tecnologias e aumentando cada vez mais a qualidade e produtividade em nossas lavouras", destaca o secretário Altair Silva.



O SCS 125 é 33º cultivar lançado em Santa Catarina e foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI) - referência nacional em pesquisa pública com o grão. Entre as principais características deste arroz estão o alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral.

Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, o lançamento é mais uma prova da excelência catarinense nas pesquisas voltadas à cadeia produtiva de arroz. “Tanto esse, quanto nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara.

Sanidade como diferencial produtivo

O engenheiro agrônomo da Agrogiusti, Edivani E. Coelho, já começou a plantar o SCS125 nos campos da empresa produtora de sementes de arroz e os resultados são promissores. A sanidade é um dos destaques.

De acordo com o engenheiro agrônomo, mesmo com condições climáticas favoráveis ao surgimento de doenças, com dias nublados e chuvosos, o material manteve a qualidade em relação a outros cultivares produzidos na empresa “A avaliação do desempenho do cultivar até o momento é muito boa, estamos muito satisfeitos, a expectativa é boa com relação à produtividade, sanidade e qualidade da semente”, relata.

Safra de arroz em Santa Catarina

Santa Catarina espera colher 1,18 milhão de toneladas de arroz nesta safra em 7,9 mil hectares plantados. A produção está concentrada na região de Araranguá, principalmente nos municípios de Turvo e Meleiro.

O arroz se tornou ainda um importante item na pauta de exportações catarinense. Em 2020, os embarques aumentaram mais de 600% em relação ao ano anterior, totalizando US$20,4 milhões em faturamento e 48,2 mil toneladas vendidas. Os principais compradores do arroz produzido no estado foram África do Sul, Guatemala e Senegal.

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o...
Postado em 26 de Abril de 2019 às 13h36

Promulgada emenda ao orçamento que beneficia os hospitais filantrópicos

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Foto: Cristiano Estrela/Secom. Já está em vigor a emenda à Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019, que proporciona aos hospitais...

Foto: Cristiano Estrela/Secom.

Já está em vigor a emenda à Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019, que proporciona aos hospitais filantrópicos parte das verbas públicas estaduais destinadas ao setor de saúde. Ainda nesta quarta-feira (24), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Julio Garcia (PSD), promulgou a alteração no texto da lei, encaminhada após a derrubada, pelos deputados, de veto governamental.

Enviada em outubro de 2018 para a Assembleia Legislativa, a LOA recebeu, por parte do deputado José Milton Scheffer (PP), uma emenda destinando 10% do Fundo Estadual da Saúde reservado a outras despesas correntes, para o custeio administrativo e operacional das unidades filantrópicas.

Em janeiro deste ano, a emenda foi considerada inconstitucional pelo governo, que alegou vinculação de receitas. O veto, entretanto, foi derrubado pelos deputados em sessão plenária realizada no dia 10 de abril, por 32 votos a dois.

Com a decisão, a expectativa (conforme o orçamento estimado para este ano) é que os 129 hospitais filantrópicos do estado recebam algo próximo de R$ 180 milhões. Caberá agora à Secretaria de Estado da Saúde regulamentar a liberação dos recursos, de forma regionalizada e com base em critérios técnicos, tais como produção em cirurgias, internação e ambulatórios.

Na avaliação de Scheffer, a medida deve trazer aspectos positivos a todos os setores envolvidos. “O Estado ganha, pois terá critérios técnicos que irão regular os atendimentos, os hospitais ganham porque terão uma receita garantida e a população ganha, com mais atendimentos, principalmente a do interior do estado.”

Veja também

Curso de Projetos Culturais reúne participantes de dez municípios da AMAI27/06/19 Realizado pela primeira vez na região AMAI, o curso de Elaboração de Projetos Culturais, ministrado pela especialista em ensino da arte, arte educadora, produtora cultural, consultora e assessora em projetos culturais, organização de sistemas de cultura e sistemas criativos, Roselaine Vinhas, reuniu 35 participantes de dez municípios da região. O curso serviu como......
AMAI realiza curso sobre projetos culturais e possibilidades de recursos04/06/19 A Associação dos Municípios do Alto Irani (AMAI) realiza no dia 26 de junho uma oficina para estruturação de projetos culturais. O conteúdo será ministrado pela especialista em ensino da arte, arte educadora,......

Voltar para Cidades