Postado em 24 de Outubro de 2018 às 18h20

Coluna Joimara 3

JOIMARA (29)

Que empresa que não volta?!
A novela chamada saneamento básico, capítulo milésimo, continua no chove não molha. Até onde informado, a Prefeitura estava terminando os orçamentos que estariam defasados devido ao tempo da obra. Com ele pronto e o valor assegurado, o que se esperava era que a empresa voltasse imediatamente, porém, a última informação é que a Prefeitura não tem data de retorno da empresa.

Até dezembro
Sabe-se que a empresa deve voltar e que tem prazo até dezembro para concluir essa obra, que falta fazer a transposição, mas só. Não se tem uma previsão concreta e já se abstém até de informar qualquer dia para evitar a surpresa da não vinda dos equipamentos. E pelo andar da carruagem, vamos terminar o ano com essa obra finalizada ou do mesmo jeito que está, se é que essas opções valem como certezas.

Pode isso?! 
Outra situação que muitos xanxerenses nem devem conhecer é a “Praça” do Bairro Leandro. Tudo bem, já tem projeto e é para sair do papel, mas enquanto ela não sai, não tem como não olhar o local e se questionar o porque de tamanha morosidade. São centenas de pessoas que residem no local, muitas delas crianças, que se quiserem podem bater uma bolinha no campo de terra tomado de mato. Até tem uma estrutura coberta para que reuniões possam ser feitas, mas tudo improvisado.

Vai como dá
Enquanto isso, o contorno viário leste não é liberado, mas já dá para adolescente de 17 aninhos, apavorar no trecho. O cidadão deu trabalho para a Polícia Militar que gastou tempo e combustível perseguindo uma Hilux pilotada pelo adolescente. O risco de que o mesmo pudesse causar um acidente, a si ou a terceiros, era eminente.

Só prejuízo
Por falar em dar trabalho para a polícia, o que foi a ação de vândalos durante o fim de semana na Rua Coronel Passos Maia? Já vimos e noticiamos algo semelhante a tempos atrás, mas o mesmo se repetir, não dá! Várias vidraças de lojas foram depredadas pelo simples prazer de estragar as coisas dos outros. Agora, ficam os empresários, que já estão na corda bamba, tentando organizar as finanças, tendo que arcar com mais este prejuízo. Espera-se que alguma câmera de segurança tenha registrado e possa se identificar quem causou os estragos.

Quer saber?
E agora o que acontece com todas aquelas pessoas que trabalhavam com deputados da nossa região que não conseguiram se eleger?

Veja também

Das tragédias as lições18/02 Será possível assimilar alguma lição diante de uma tragédia? ...
Vai ser referência11/12/18 Essas foram as palavras do delegado regional, Fernando Callfass, sobre a nova instalação da Delegacia da Mulher, Criança e Idoso de Xanxerê (Dpcami). Callfass passa essa semana em curso com agentes antiterrorismo, em Porto Alegre,......
Situação complicada31/01 A situação envolvendo tanto professores quanto alunos da Celer Faculdades de Xaxim estão dando o que falar. O sindicato dos professores já demonstrou que está firme na cobrança dos direitos dos trabalhadores que os......

Voltar para Colunistas