Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar

Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o lançamento de novo cultivar. É o SCS 125 da Epagri, que foi apresentado aos produtores nesta sexta-feira, 19, durante o Dia de Campo da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), em Rio do Sul. O evento contou com a presença do secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, e fez parte também das comemorações de 50 anos da Cravil.

"A abertura da colheita do arroz representa um marco para o agronegócio catarinense, um dia a ser celebrado. É o resultado de um trabalho coletivo que envolve produtores rurais, cooperativas, Governo do Estado e nossos técnicos e pesquisadores da Epagri. Comemoramos ainda o lançamento de um novo cultivar de arroz irrigado com características de alto índice de produtividade, que foram observadas já nas primeiras colheitas. Isso demonstra que o setor produtivo vem inovando, buscando novas tecnologias e aumentando cada vez mais a qualidade e produtividade em nossas lavouras", destaca o secretário Altair Silva.



O SCS 125 é 33º cultivar lançado em Santa Catarina e foi desenvolvido pela Estação Experimental da Epagri em Itajaí (EEI) - referência nacional em pesquisa pública com o grão. Entre as principais características deste arroz estão o alto potencial produtivo, boa qualidade de grãos, ciclo longo (tardio), resistência ao acamamento e bom nível de sanidade geral.

Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, o lançamento é mais uma prova da excelência catarinense nas pesquisas voltadas à cadeia produtiva de arroz. “Tanto esse, quanto nossos outros cultivares do grão, foram desenvolvidos pensando nas necessidades dos rizicultores catarinenses e buscam oferecer mais produtividade e sustentabilidade nas lavouras. O resultado desse trabalho se vê no campo, com Santa Catarina se firmando cada vez mais como um dos maiores produtores de arroz do Brasil”, declara.

Sanidade como diferencial produtivo

O engenheiro agrônomo da Agrogiusti, Edivani E. Coelho, já começou a plantar o SCS125 nos campos da empresa produtora de sementes de arroz e os resultados são promissores. A sanidade é um dos destaques.

De acordo com o engenheiro agrônomo, mesmo com condições climáticas favoráveis ao surgimento de doenças, com dias nublados e chuvosos, o material manteve a qualidade em relação a outros cultivares produzidos na empresa “A avaliação do desempenho do cultivar até o momento é muito boa, estamos muito satisfeitos, a expectativa é boa com relação à produtividade, sanidade e qualidade da semente”, relata.

Safra de arroz em Santa Catarina

Santa Catarina espera colher 1,18 milhão de toneladas de arroz nesta safra em 7,9 mil hectares plantados. A produção está concentrada na região de Araranguá, principalmente nos municípios de Turvo e Meleiro.

O arroz se tornou ainda um importante item na pauta de exportações catarinense. Em 2020, os embarques aumentaram mais de 600% em relação ao ano anterior, totalizando US$20,4 milhões em faturamento e 48,2 mil toneladas vendidas. Os principais compradores do arroz produzido no estado foram África do Sul, Guatemala e Senegal.

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Santa Catarina dá início à colheita do arroz com lançamento de novo cultivar Segundo maior produtor nacional de arroz, Santa Catarina abre a colheita do grão com o...
Postado em 30 de Novembro de 2018 às 17h27

Fala Mulher: "Somos um pouco de todo mundo"

Juliana Corso Romani, advogada e empreendedora


Nasci em Xanxerê. Me formei em Direito em 2010, na UNOESC campus São Miguel do Oeste, sou advogada atuante no estado do Rio de Janeiro, e apaixonada pelo empreendedorismo. Afinal, desde criança trabalho no comércio.
Morei em diversas cidades, vários estados, literalmente de Norte a Sul, e sempre me adaptei muito bem onde morei.

O segredo é chegar na nova morada com o coração aberto. Esse “chegar de coração aberto” me fez encontrar muitas pessoas especiais por onde passei, deixando saudade e levando pra vida muitas amizades…E como Jesus Cristo nos ensinou: “...devemos ter relacionamento com as pessoas”, busquei fazê-lo, e posso dizer que me sinto em casa aonde eu estiver.

Hoje trabalho também na ‘Veja Bem Ótica’, empresa familiar, fundada em 2005 pelos meus pais Edilberto e Marinilse Corso. Agora em 2018, abrimos a ‘Veja Bem Ótica’ na cidade de Xaxim. Sou responsável pela da parte jurídica da empresa, além de buscar atender com excelência cada pessoa que entra na loja. 

Por ser uma Empresa familiar buscamos trazer esse acolhimento para nossa empresa. Busco criar momentos únicos para cada cliente, assim como cada um dos nossos colaboradores o fazem. Sou e sempre fui acessível as pessoas, e como sempre me mudei muito essa foi a maneira que encontrei para interagir no meio onde me encontrava; e, para criar vínculos foi necessário ter um contato sincero com as pessoas, olhar nos olhos e buscar compreender cada um. Esse “agir” trouxe comigo e busco aplica-lo nas relações de compra e venda, bem como prestação de serviço. Hoje é imprescindível ter um olhar humano. Acredito nisso, afinal sempre deixamos marcas em cada uma das pessoas que se relacionam com a gente, seja no trabalho ou na vida pessoal. 

Veja também

Todo mundo quer ser candidato! Para quê? 30/08/19 Definição dos candidatos Estamos a pouco mais de um ano do pleito eleitoral que vai definir quem serão os novos vereadores, prefeito e vice-prefeito dos municípios brasileiros e há uma movimentação muito grande, já, neste momento, para a definição dos candidatos. Já é sabido que quem não apressar o passo poderá nem......
Vale ou não vale07/12/18 Agora o que ainda não mudou foi o respeito pela faixa amarela em parte da Rua Coronel Passos Maia, entre as Lojas Colombo e Tito Joias. Desde que iniciaram as mudanças no trânsito, não é mais permitido o estacionamento no......

Voltar para Colunistas