Postado em 11 de Março às 16h39

Foi mesmo só folia?

Augusto Foletto Signor (3)

E eis minha estreia no mundo digital! Mas faço a coluna de 15 em 15 dias, então lá vai!

Já passou janeiro, fevereiro, e também se foi o carnaval. O carnaval teve diversão, festa e folia, porém, era possível ver pelas propagandas da globo que nessas festas ocorrem coisas criminosas e nojentas, pessoas fazendo xixi na rua, assédio, transmissão de doenças e muita coisa ruim. É... Não são só brincadeiras que acontecem naquelas ruas...

Carnaval passado ou retrasado, eu lembro de crianças vendendo bebidas alcoólicas a um sol de 40 graus...Mas também não levem isso muito a sério, porque eu nunca fui a uma festa dessas e nem gosto de carnaval, aliás, cá entre nós, tem umas fantasias que... Argh! Nem fantasias são, lembro de mulheres pintadas de dourado na tv. 

Epa! Eu reconheço sim todo o esforço que as escolas tem para compor as músicas, fazer milhares de fantasias e tudo mais! Eles correm contra o tempo e se entregam a isso. É muito difícil fazer o que eles fazem. Só que comigo, simplesmente não vai, eu perco o interesse rapidinho por aqueles carros alegóricos passarem bem devagarzinho, devagarzinho, Eu fico enjoado. Pra mim são um monte de pessoas amontoadas cantando alguma coisa. Eu sou um daqueles que vê o carnaval como feriado, e não como festa.

Bom, querendo ou não, essa foi a minha opinião sobre o carnaval 2019, onde ocorreram muitas coisas boas, e ao mesmo tempo, um bocado de coisas ruins, e os únicos culpados disso, são nada mais nada menos que nós mesmos, as pessoas.


Augusto Foletto Signori
(augustofsignori@gmail.com) 

Veja também

Vai ser referência11/12/18 Essas foram as palavras do delegado regional, Fernando Callfass, sobre a nova instalação da Delegacia da Mulher, Criança e Idoso de Xanxerê (Dpcami). Callfass passa essa semana em curso com agentes antiterrorismo, em Porto Alegre, mas de lá acompanha o andamento das obras e se mostra satisfeito. “Essa é a primeira repartição do Estado a ter a placa com o......
A Era dos desumanos08/03 A morte, seja ela de quem for, sempre é um momento de tristeza e comoção. Até ontem, quem não tinha nada haver com o ocorrido não se intrometia e, hoje, o tal “bico calado” nunca foi tão......
Joimara Camilotti: Impulsionado23/11/18 Impulsionado Quem acha que quartel, batalhão, companhia de bombeiros, polícia militar ou civil não tem reflexo na economia do município, se engana. Logo após a formação e nomeação de novos......

Voltar para Colunistas