Postado em 11 de Janeiro às 15h25

Inaugurado Aeroporto de Pato Branco que atenderá sudoeste do Paraná e Noroeste de SC

Governador do Estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, e mais de 30 prefeitos participaram da solenidade que marcou a conquista histórica.

Pato Branco - Um dia histórico para Pato Branco e região. Na quinta-feira, dia 10 de janeiro, aconteceu a inauguração do novo Aeroporto Municipal Juvenal Loureiro Cardoso, um sonho pato-branquense iniciado na década de 1950 e que, agora, representa um novo momento para o Sudoeste do Paraná e Noroeste de Santa Catarina. Na ocasião, também aconteceu o início da operação da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, com a chegada e decolagem do primeiro voo comercial da empresa em Pato Branco – que, neste primeiro momento, será semanal, todas as quintas-feiras, com previsão de ser ampliado para mais dias da semana.

Para celebrar a conquista, que representa desenvolvimento e novas oportunidades para toda a região, o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, recebeu o governador do Estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, em seu primeiro ato oficial fora de Curitiba. O evento foi marcado pela presença expressiva de diversas lideranças do Governo, entre elas o chefe da Casa Civil do Paraná, o pato-branquense Guto Silva, além de deputados federais, estaduais e mais de 30 prefeitos da região.

O prefeito Zucchi enalteceu a concretização dos voos regulares enquanto uma conquista histórica para a região Sudoeste do Paraná e Noroeste de Santa Catarina; um divisor de águas, fundamental para impulsionar o desenvolvimento e atrair novos investimentos. “O Sudoeste não suportaria mais dez anos sem uma linha aérea efetiva. Vivemos, no dia de hoje, uma conquista histórica. Agora, temos que lutar pelos voos diários, cinco dias por semana, para criarmos uma cultura de voo e estimularmos, ainda mais, o desenvolvimento e atrairmos novos investimentos para a região”, ressaltou Zucchi, emocionado pela representatividade do ato histórico.

Aos prefeitos e demais lideranças políticas da região, que marcaram presença na solenidade, Zucchi reforçou a importância da união de todos. “A união da região e das lideranças políticas é fundamental para que esses avanços ocorram, para que tenhamos novos investimentos e possamos implementar projetos inovadores para as nossas cidades”, destacou Zucchi.

As obras de estruturação iniciaram em janeiro de 2017, conduzidas pela Prefeitura de Pato Branco. Para viabilizar a estruturação do Aeroporto, foram investidos mais de R$ 15 milhões, entre recursos do Município, do Governo Federal, do Governo do Estado e da Associação Empresarial de Pato Branco (ACEPB). Esta será a primeira ligação direta de avião entre o Sudoeste do Paraná e Curitiba. O aeroporto mais próximo, atualmente, é o de Chapecó (SC), a 120 quilômetros de distância de Pato Branco. O de Foz do Iguaçu (PR) está a cerca de 300 quilômetros.

Conquista regional: o Paraná comemora


A presença do governador do Estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, na inauguração do novo Aeroporto de Pato Branco, foi o seu primeiro ato oficial fora de Curitiba. Para ele, a operação de voos comerciais no Aeroporto Juvenal Cardoso movimentará o polo investidor na região e contribuirá para fomentar a economia do Estado.

“Agora, precisamos priorizar a estruturação da rodovia PR-280, para acompanhar o novo momento que o Sudoeste está vivendo a partir da operação do Aeroporto de Pato Branco. Para isso, estamos desenvolvendo um planejamento estratégico, visando transparência e economia dos recursos públicos, para enxugar a máquina pública. O que queremos é ser exemplo de gestão, para que o Paraná seja, cada vez mais, um Estado moderno e inovador, em que o Sudoeste vem contribuindo para isso”, destacou o governador.

O chefe da Casa Civil do Estado do Paraná, o pato-branquense Guto Silva, destacou a concretização do novo Aeroporto Juvenal Cardoso enquanto uma demanda regional. “Esse é um dia de muita emoção, um sonho de toda uma cidade e de uma região. É uma honra podermos fazer parte desse momento e, hoje, 10 de janeiro de 2019, estarmos recebendo o primeiro voo da Azul. Pato Branco, mais uma vez, se confirma como modelo para o Paraná e para o País”, enalteceu.

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), o deputado estadual Ademar Traiano, evidenciou a postura de Pato Branco, ao estimular o desenvolvimento da região. “Pato Branco tem um prefeito visionário, que está preparando a cidade para o futuro. A chegada da Azul na região, com a operação de voos comerciais no Aeroporto Juvenal Cardoso, dá uma nova alternativa de desenvolvimento para o Sudoeste do Paraná”, avaliou.

O deputado estadual eleito, Luiz Fernando Guerra Filho, comentou a importância da conquista enquanto pato-branquense, também pelo fato de que sua família faz parte da história da aviação de Pato Branco, uma vez que o terminal de passageiros do Aeroporto Juvenal Cardoso recebe o nome de “Lydio Guerra”, que foi o primeiro piloto da cidade.

“A Azul Linhas Aéreas acreditou na nossa região, que é pujante e próspera, graças ao empenho de lideranças políticas como o prefeito Augustinho Zucchi, o deputado Guto Silva e o deputado Fernando Giacobo, que somaram-se aos empresários locais e regionais em prol do desenvolvimento da nossa cidade. Passado o pleito eleitoral, é assim que devemos trabalhar: unidos por Pato Branco e região”, disse.

União que traz conquistas e constrói o futuro

“Como pato-branquense, eu só tenho a agradecer pelos avanços estarem acontecendo em nossa cidade, graças a união entre Governo Federal, Governo do Estado, poder público e empresários. Para mim, é uma alegria estar fazendo parte dessa conquista histórica”, frisou o deputado federal Fernando Giacobo. Ele lembrou, ainda, que para operação do Aeroporto, o Município recebeu um caminhão contra incêndios, repassado pelo Governo Federal, através do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, adquirido pelo valor de R$ 1.589.900,00.

O presidente da Associação Empresarial de Pato Branco (ACEPB), Ezaul Zillmer, enalteceu o envolvimento da classe empresarial com o poder público, para viabilizar a estruturação do Aeroporto Juvenal Cardoso. “O que vemos, aqui, é um exemplo da união entre o setor público e a iniciativa privada. Por isso, agradecemos aos empresários que acreditaram na cidade e neste projeto, investindo recursos em uma época de crise e recessão econômica. Posturas assim fomentam a economia da região e do País”, avaliou.

Azul conectando o Sudoeste com o mundo

Ao descer do primeiro voo vindo de Curitiba a Pato Branco, a aeronave ATR 72-600, o assessor da Presidência para Assuntos Institucionais da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, Ronaldo da Silva Veras, carregava uma bandeira da cidade, gesto que, segundo ele, foi uma forma de homenagear a todos que acreditaram e trabalharam para tornar o momento possível.

“Pato Branco possui, hoje, uma estrutura fantástica em seu Aeroporto, ofertando conforto e segurança aos passageiros. Em breve, pretendemos anunciar novos voos para a cidade, pois queremos operar cinco dias por semana, conectando Pato Branco com o mundo”, disse Veras, após a solenidade de batismo da aeronave – momento simbólico que marcou o início dos voos.

Ele também ressaltou o estímulo por parte do Governo do Estado. “Um grande incentivo que recebemos e que oportunizou que estivéssemos aqui, além de todo empenho do prefeito Zucchi e sua equipe, foi a redução do ICMS por parte do Governo do Estado, visando a ampliação aeroportuária do Paraná. Com isso, hoje, o Paraná é o terceiro Estado do Brasil com maior número de operações da Azul”, disse. Além do incentivo com o ICMS, o Governo do Estado possibilitou a pavimentação da pista e do pátio de manobras, com investimentos de R$ 2.415.986,09 em recursos estaduais.

Os voos

Sempre às quintas-feiras, os voos saem de Curitiba às 13h30 e têm previsão de chegada a Pato Branco às 14h50. De Pato Branco, a decolagem é às 15h25 e chegada a Curitiba às 16h45. As ligações diretas até Curitiba ocorrem com modernos turboélices da ATR, com capacidade para até 70 lugares. A partir da capital do Estado, há conexões imediatas para Campinas, São Paulo (GRU e CGH), Recife, Rio de Janeiro (Santos Dumont), Porto Alegre e Campo Grande, entre outros destinos.

Uma história de pioneirismo

Um dos momentos mais emocionantes da solenidade foi a participação de Frei Policarpo Berri, que com 94 anos tem orgulho de dizer que faz parte da história da cidade há mais de sessenta anos. Sendo assim, ele acompanhou o início da estruturação do Aeroporto Municipal: em 1953, na gestão do primeiro prefeito de Pato Branco, Plácido Machado, houve a construção da pista; em 1958, o segundo prefeito da cidade, Harry Graeff, inaugurou a ampliação da estrutura.

“Pato Branco é grata ao Frei Policarpo que aqui chegou e contribuiu para o desenvolvimento da nossa cidade, que visitava as comunidades e as casas a cavalo, fundou a Rádio Colmeia, um marco para a comunicação do Sudoeste e, desde então, dedica-se a nossa cidade há mais de sessenta anos. Hoje, na celebração desta conquista histórica, a nova fase do Aeroporto Juvenal Cardoso, projeto por qual ele sempre demonstrou muito carinho, homenageamos e agradecemos a todos que fizeram parte desta história: uma história de luta, sonhos e conquistas, que representa o futuro das novas gerações”, disse o prefeito Zucchi.

Familiares do professor Juvenal Cardoso, que denomina o Aeroporto de Pato Branco, também estiveram presentes na inauguração. O pioneiro foi um dos primeiros professores da cidade, por muitos anos mantendo a escola na sua casa, cuja história de dedicação à Educação marca o desenvolvimento de Pato Branco até os dias de hoje.

Colégio da Polícia Militar

Na ocasião, ainda, o governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou o decreto que autoriza a implantação de um colégio da Polícia Militar do Paraná em Pato Branco. A escola ficará na estrutura do Colégio La Salle. Com o decreto, a Secretaria de Estado da Educação pode iniciar o processo pedagógico para que o Colégio Militar, o primeiro do Sudoeste, comece a funcionar no ano que vem.
 

Veja também

Bolsonaro anuncia R$ 500 milhões do BNDES para caminhoneiros autônomos16/04 O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) disponibilizará R$ 500 milhões e abrirá uma linha de crédito especial para caminhoneiros autônomos. Os recursos deverão ser usados para aquisição de pneus e manutenção dos veículos. O crédito faz parte de um pacote de medidas anunciadas hoje (16) pelo governo......

Voltar para Economia