Postado em 02 de Dezembro de 2018 às 01h14

Tudo ou Nada: Chapecoense joga para se manter na Série A

Verdão do Oeste encara o São Paulo as 17h na Arena Condá

A Chapecoense fará o jogo mais importante do ano no próximo domingo, às 17h (de Brasília), quando encara o São Paulo em busca da permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Uma vitória é o suficiente para carimbar a manutenção na elite do futebol nacional na próxima temporada.

Satisfeito com o desempenho do time nas duas últimas partidas, contra Sport e Corinthians, Claudinei Oliveira confirmou que não irá fazer mudanças nos 11 que iniciam. Sem novos desfalques, o comandante tem a volta de Yann Rolim para o duelo, mas o meia deve ir para o banco.

- A gente deve manter a escalação. Vamos fazer alguns ajustes, testar alternâncias na mesma escalação. Se não ir como a gente quer no primeiro tempo, mudamos atletas de posição. Vamos marcar o adversário, evitar que saiam jogando, obrigar a darem o balão já que temos um jogo aéreo bom - disse Claudinei.

O provável time da Chapecoense é: Jandrei; Eduardo, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Canteros e Diego Torres; Wellington Paulista e Leandro Pereira.

Será a nona partida do técnico pela Chapecoense. No clube desde outubro, o comandante está na iminência de atingir o objetivo pelo qual foi contratado: manter o Verdão na Série A. Com 41,67% de aproveitamento, Claudinei planeja seguir com o trabalho na próxima temporada independente do resultado no domingo.

- Em caso de vitória existe um acordo para renovação do contrato. Se der errado não sabemos como vai ser o pensamento. Quero ficar e fazer um trabalho a médio e longo prazo, mas sabemos que no futebol o resultado é levado em consideração - falou.

Fonte: Globo.com

Veja também

Morre Niki Lauda, lenda da Fórmula 121/05 Tricampeão da principal categoria do automobilismo e apaixonado por aviação tinha 70 anos e sofria com problemas renais. Além das conquistas, sua carreira foi marcada pelo grave acidente em 1976 que desfigurou seu rosto.Andreas Nikolaus Lauda, mundialmente famoso como Niki Lauda, morreu aos 70 anos, em Viena. O ex-piloto de Fórmula 1, três vezes campeão da principal......

Voltar para Esporte