Postado em 07 de Dezembro às 17h43

      Cidadania Ativa: Jovens dão início a implantação da JCI em Xaxim

      Entidade parceira da ONU em nível Global, a Câmara Júnior Internacional busca formar cidadãos ativos e estimular a liderança e o voluntariado no município

      • Portal DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina -

      Xaxim – Um grupo de jovens está dando início à implantação da JCI (Junior Chambers Internacional) a Câmara Júnior Internacional, no município de Xaxim. A entidade se autodenomina ‘uma organização mundial de jovens cidadãos ativos’ com mais de 200 mil membros em mais de 100 países. “Os membros da JCI são cidadãos ativos de diversos setores da sociedade comprometidos em criar impacto positivo em suas comunidades”, explica Felipe Antônio Primon de Barros, uma das jovens lideranças que está a frente da implantação da JCI em Xaxim.

      Felipe está desde o início do ano participando de capacitações e convenções da JCI, e conta que atualmente são quatro jovens que estão dando início à implantação da câmara júnior em Xaxim. “Antes de fazer a fundação oficial temos a ideia de desenvolver um projeto com a metodologia específica que existe dentro da JCI, chamado Marco de Cidadania Ativa. 

      Em Xaxim este projeto recebeu o nome de Pulsar e acontece no dia 14 de dezembro na sede da ATRAX. Com o moto ‘O que te faz pulsar?’ o projeto consiste em cinco palestras dinâmicas de vinte minutos, onde os palestrantes falarão sobre ‘Quando descobriram qual era a responsabilidades deles com eles mesmos, e com a sociedade?’. “É um projeto semelhante ao Day 1, onde as pessoas falam sobre quando tiveram o insight que levou ela tomar uma decisão que mudaria a sua vida toda”, explica Felipe, que destaca que o “Pulsar” tem como objetivo divulgar os trabalhos da JCI, e endossar a importância de equilibrar o seu trabalho profissional com contribuição para a sociedade. “Além disso, queremos que o evento desperte o interesse de algumas pessoas pela ideia da Cidadania Ativa, proposta pela JCI”. 

      Quais são as propostas da JCI?
      - A proposta é resgatar as pessoas que tem engajamento, e apresentar ferramentas e formas que elas consigam transformar este engajamento em ação. É ativar estes cidadãos que estão aí entre nós.

      O que é um cidadão ativo? 
      - É o cidadão que consegue ter um olhar diferente para a comunidade. É identificar os pontos dentro da metodologia para a elaboração de projeto é necessário descer até o nível da comunidade, pisar no mesmo chão que tal comunidade pisa. Dentro disso trabalha com as ODS (metas da ONU), e todos os projetos da JCI tem algo a ver com alguma das ODSs, porque a JCI em nível global é parceira da ONU na implementação destes objetivos nestes objetivos. Enxergar os problemas que estão acontecendo e propor soluções pontuais para alguns destes problemas percebidos. 

      Por que o leitor deve pode se interessar pela JCI?
      - Hoje em dia muitas pessoas reclamam, e possuem opiniões muito fortes sobre várias coisas. Mas as vezes talvez falte direcionar esta energia para alguma coisa do bem. A organização tem uma metodologia muito prática que se aplica para qualquer problema, e é problema local, então são coisas voltadas para a nossa cidade e nossa região.

      Veja também

      Clube Sete resgata tradicional Carnaval07/12 POR: CRISTIANE ALINE Xanxerê – O Clube Sete de Setembro confirmou, em reunião na última semana a execução do carnaval 2019. Serão três dias de folia. Para os adultos será dia 02 de......

      Voltar para Geral