Postado em 27 de Maio às 14h35

Gabriel Diniz, cantor de 'Jenifer', morre em acidente de avião em Sergipe

PORTAL DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina O cantor Gabriel Diniz, conhecido pelo hit "Jenifer", morreu na queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, em Estância, na...

O cantor Gabriel Diniz, conhecido pelo hit "Jenifer", morreu na queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe, no final da manhã desta segunda-feira (27), informou o Corpo de Bombeiros Militar.

De acordo com a Polícia Militar, há três mortos. Inicialmente, o Grupamento Tático Aéreo (GTA) havia informado que eram quatro ocupantes na aeronave, que decolou de Salvador.

Amigos do cantor, que tinha 28 anos, reconheceram o corpo do artista entre as vítimas. A assessoria de imprensa da produtora de Gabriel Diniz confirmou que ele estava no avião. Também foi encontrado o passaporte do cantor perto do local do acidente. Na noite deste domingo (26), ele havia feito um show em Feira de Santana (BA).

O GTA sobrevoa o local do acidente, onde trabalham ainda equipes da PM e do Corpo de Bombeiros. Elas chegaram numa embarcação dos bombeiros, já que a área é de difícil acesso, de mangue e mata fechada.

A queda do avião vai ser investigada pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, com sede no Recife e que abrange o estado de Sergipe.
 

Segundo documentos achados no local do acidente ao lado do passaporte de Gabriel Diniz, a aeronave é um monomotor Piper prefixo PT-KLO, com capacidade para quatro lugares e registrado em nome do Aeroclube de Alagoas.. 

A aeronave, segundo o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), só pode ser usada para voos de instrução. Isso significa que não poderia ser utilizada para táxi aéreo, por exemplo.
(Informações do G1)

Veja também

IGP espera transferência de profissional para “desafogar” emissão de identidades29/11/18 POR: CRISTIANE ALINE Xanxerê – A falta de profissional para o Instituto Geral de Pericias de Xanxerê é algo recorrente, o funcionamento, segundo a perita criminal e coordenadora do núcleo do IGP de Xanxerê, Silvana Ogliari Schurhaus, sempre foi com o mínimo de profissionais o que dificulta algumas ações, entre elas a expedição do documento......
O que muda com o Novo Código de Ética Médica?23/04 Foto: Fábio Rodriguez Pozzebon/Agência Brasil Respeito à autonomia do paciente, inclusive aqueles em fase terminal; preservação do sigilo profissional; direito de exercer a profissão de acordo com a......

Voltar para Geral