Postado em 02 de Janeiro às 21h41

"O Brasil não será porto seguro para criminosos", diz Moro ao assumir ministério

Em seu discurso, Moro citou, entre outros pontos, a necessidade organizado de combater a corrupção e reforçar medidas contra o crime. 

O novo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, assumiu o cargo na quarta-feira (2), em cerimônia no Palácio da Justiça, em Brasília. Empossado na terça-feira pelo presidente Jair Bolsonaro, ele recebeu o bastão efetivamente na solenidade de transmissão de cargo, das mãos dos antecessores das pastas que ficarão sob seu comando: Torquato Jardim, que comandava a Justiça, e Raul Jungmann, que respondia pela Segurança Pública.


Em seu discurso, Moro citou, entre outros pontos, a necessidade de combater a corrupção e reforçar medidas contra o crime organizado. Ele afirmou ainda que o Brasil não será "um porto seguro para criminosos e o produto de seus crimes".


A equipe que vai atuar junto com o novo ministro também esteve presente. Além do secretário-executivo, Luiz Pontel, segundo posto do Ministério, estão confirmados no grupo de Moro Mauricio Valeixo, que assume a diretoria-geral da Polícia Federal, Raosalvo Ferreira, na Secretaria de Operações Policiais Integradas, Fabiano Bordignon, no Departamento Penitenciário Nacional, Érika Marena, no Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Internacional (DRCI), Luiz Roberto Beggiora, Políticas sobre Drogas, e Roberto Leonel, no Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

(fonte:NSC)

Veja também

Idoso se fere com serra elétrica ao podar árvore em Xanxerê10/05 Na manhã desta sexta-feira, o Corpo de Bombeiros de Xanxerê atendeu ocorrencia de acidente de trabalho, no centro de Xanxerê. Um idoso de 65 anos se feriu com uma serra elétrica quano realizava poda em uma árvore. O corte, segundo os bombeiros, foi profundo, atingiu o antebraço esquerdo. Ele foi encaminhado ao Hospital Regional São Paulo para atendimento. Foto:Corpo......

Voltar para Geral