Postado em 06 de Maio às 15h33

Sábado (11) terá “Sábado D Museu” com artista chapecoense

Portal DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina No sábado (11/05) acontecerá a terceira edição do Projeto “Sábado D Museu”. A ação integra o programa educativo do...

No sábado (11/05) acontecerá a terceira edição do Projeto “Sábado D Museu”. A ação integra o programa educativo do Museu de História e Arte de Chapecó (MHAC), e tem como objetivo principal abrir as portas do Museu para atividades culturais. O “Sábado D Museu” é uma iniciativa do Setor de Patrimônio Cultural da Secretaria de Cultura e será desenvolvida no segundo sábado de cada mês, durante 2019, com o objetivo de fomentar o uso do espaço, gerar debates sobre diferentes temáticas relacionadas à arte e a cultura, estimular a comunidade a se apropriar do espaço público, atrair novos públicos e fidelizar uma programação gratuita aberta à comunidade.

Para este sábado, às 15 horas terá um "Bate papo com o escultor VANDERLEI ZAMINAN". Ele é artista visual autodidata, atuante no município de Chapecó e reconhecido por explorar temáticas relacionadas a conscientização ambiental por meio das artes. De acordo com Ricardo Garlet, coordenador do setor de Patrimônio Cultural da Secretaria de Cultura de Chapecó, na constituição de suas esculturas, o artista recupera resíduos sólidos, discutindo as possibilidades criativas para o descarte consciente do lixo na elaboração de novos produtos. A postura crítica do seu processo revela a necessidade de manutenção dos recursos naturais e consequentemente a redução do impacto ambiental, resultado de uma sociedade desperta e responsável. “A conversa vai gerar em torno das experiências deste artista, visando fomenta diferentes dinâmicas no espaço para proporcionar o acesso da comunidade ao local”, comentou Garlet.

Saiba Mais

O Museu de História e Arte de Chapecó é um espaço onde a história e a memória do município de Chapecó tem sido preservada através do seu acervo documental, coleção de imagens e objetos e outras particularidades que salvaguardam as lembranças da vida e cultura deste povo. No entanto, o MHAC – Museu de História e Arte de Chapecó quer ir além, quer ultrapassar a função de somente preservar e guardar os bens culturais e assumir para si a tarefa de instigar outros saberes, de promover outros debates, de fugir do censo comum e problematizar o que está estabelecido. Para o Secretário de Cultura, Nemésio Carlos da Silva, “muito mais do que visitar periodicamente o MHAC, queremos que a comunidade veja esse espaço como seu, conheça e se aproprie da sua história e utilize esse espaço como um espaço cultural, vivo, onde as pessoas se encontram, debatem, conversem, e vivenciam experiências artísticas e culturais”, acrescenta.

Veja também

Mais da metade dos passageiros de ônibus não usam cinto de segurança24/04 Foto Ilustrativa/Reprodução Internet Levantamento feito pelo projeto “Passageiro consciente viaja de cinto!”, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), constatou que apenas quatro em cada dez passageiros de ônibus de viagem municipal estavam usando o cinto e segurança. Os dados são preliminares. O levantamento foi feito nas cidades paranaenses de......
I Love Brechó acontece neste fim de semana15/03 Roupas serão vendidas a partir de R$ 2,00. Lucro será revertido para auxiliar  no atendimento de animais carentes...

Voltar para Geral