Postado em 07 de Dezembro às 17h26

Um novo jeito de ouvir rádio

Rádios Web conquistam espaço em meio aos veículos de comunicação tradicionais em Xaxim

Com a evolução da tecnologia, vários meios de comunicação que conhecemos hoje passaram por mudanças. Muitos deles agora se concentram, principalmente, na internet. Dos jornais impressos vieram os portais de notícias. Da televisão veio o Youtube e até a poderosa Globo está se rendendo à internet com o GloboPlay que conta com novelas, séries e minisséries disponibilizadas em primeira mão na internet. Com a rádio não foi diferente: ela é um dos meios de comunicação mais antigos, criado no século XIX, antes mesmo da eletricidade. Mas hoje, apesar de muitos ainda ouvirem rádio de maneira convencional, as rádios web estão ganhando espaço. 

No pequeno município de Xaxim, para se ter ideia, existem três emissoras de rádio do chamado sistema convencional: A Rádio Cultura (AM), a Rádio Vanguarda (FM) e a Rádio Amiga (FM comunitária). Todas elas têm algo em comum: disponibilizam sites e redes sociais para a transmissão de sua programação. Ou seja, também se utilizam dos benefícios da internet para difundir sua programação. 

Portal DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina A Rádio Online e o sonho da emissora própria Gilnei Silvério trabalha como locutor há 19 anos, e sempre teve o sonho de ter sua própria...

A Rádio Online e o sonho da emissora própria
Gilnei Silvério trabalha como locutor há 19 anos, e sempre teve o sonho de ter sua própria emissora. A concessão de uma rádio comercial, porém, era algo muito difícil. O comunicador iniciou sua carreira em São Domingos, passou por Coronel Freitas até chegar em Xaxim, onde trabalhou nas três rádios do município. Segundo ele, a ideia de uma Rádio Web ocorreu há mais de um ano, quando em uma viagem, conheceu um estúdio de rádio online. “Fiquei encantado, porém precisava de um parceiro que aceitasse dar este ‘peitaço’ comigo”. 

O colega de emissora, Felipe Borges foi este parceiro. “Meu maior medo é ficar velho e não ter tentado”, diz Felipe. Os agora sócios, trabalharam juntos na Rádio Cultura até o final do mês de novembro quando decidiram deixar o emprego para ir atrás de um sonho. Assim surgiu a Rádio Vida. “Fizemos um estudo, contatamos clientes em potencial e ouvintes de rádio convencional, e recebemos um grande apoio do público em geral. Rodamos a rádio por alguns dias em caráter experimental e nesta segunda-feira fizemos nossa estreia”, conta Felipe. “Em nossa estreia conseguimos contabilizar, através de um sorteio de brindes, 1140 participações. O número nos causou espanto, pois era muito maior do que o que costumávamos ver em outras emissoras”, conta. 

Segundo os idealizadores, a Rádio Vida nasce com uma proposta de unir audiência e comércio na mesma sintonia. “As rádios convencionais cobram muito caro por anúncios em rádio, queremos dar oportunidade aos comércios locais, principalmente os pequenos e médios negócios, que não dispõem de tanta verba para publicidade, na Rádio Vida eles terão seu espaço na mídia, e serão valorizados como merecem”, explica Gilnei, que destaca que a programação musical diversificada terá horário para cada estilo musical, porém sempre comandada pelo ouvinte. 

‘A mídia toda está migrando’
Apesar de garantir que a política ficará totalmente de fora da programação da Rádio Vida, Felipe e Gilnei destacam que as eleições de 2018 foram grandes incentivadoras da realização do sonho de ter a rádio online. “As redes sociais e a internet como um todo mostraram sua força nas últimas eleições. Todo mundo dando opiniões, interagindo, participando. Foi aí que percebemos: a hora é agora”, conta Gilnei.
“Hoje em dia em qualquer lugar que você vá tem alguém mexendo no celular. Particularmente não vejo isso como algo positivo para as relações interpessoais, porém, é algo que não pode ser desprezado. Temos que aproveitar este momento em que a internet está em alta, e mostrar ao nosso ouvinte que nós também estamos lá”, ressalta Felipe. 

A Rádio Web como um Hobby
Irineu Ferraz, 68 anos, já trabalhou como locutor de rádio entre os anos de 1984 e 1992, e há seis meses ativou a Ferraz FM, sua Rádio Online. “Meu intuito sempre foi levar alegria para o povo”, conta, “comecei na Rádio Cultura de Xaxim como vendedor, até que fui ganhando espaço como locutor. Foi lá que eu aprendi tudo o que sei sobre rádio. Sempre que posso agradeço a eles pela oportunidade e pelo aprendizado”, relata o empresário autônomo, que conta que chegou a assumir o cargo de gerente da emissora.

Apesar de ter um público fiel que o escuta de vários lugares do Brasil “No programa que transmito via facebook recebo ligações de diversos lugares. Recentemente um ouvinte da Bahia me ligou dizendo que gostava do programa”, diz Ferraz.
Hoje em dia a Rádio Online Ferraz FM não é sua principal atividade, mas é o que Irineu quer para o futuro. “Me aposento em janeiro do ano que vem, e aos poucos estou investindo em equipamento. Atualmente já tem empresas que se interessam em inserir comerciais na minha Rádio Online, mas estou indo aos poucos. Mas pretendo sim comercializar espaços e faturar algum dinheiro com a Ferraz FM". 

Veja também

Voltar para Geral