Samsung suspende venda e troca de celular que pega fogo

Samsung suspende venda e troca de celular que pega fogo

Em comunicado oficial, o primeiro fabricante mundial de smartphones pede para que os usuários desliguem o aparelho

Por Raphael Spiller 11/10/2016 - 09:04 hs
Foto: Divulgação
Samsung suspende venda e troca de celular que pega fogo
Vários aparelhos pegaram fogo enquanto estavam plugados na tomada

O grupo sul-coreano Samsung Electronics ordenou a seus sócios mundiais, nesta terça-feira, a suspensão da venda de seu smartphone Galaxy Note 7, assim como das trocas de aparelhos que já sofreram "recall", após os incidentes registrados por alguns desses modelos novos.

Em um comunicado, o primeiro fabricante mundial de smartphones disse que tomou essa decisão para permitir uma "investigação profunda" desses incidentes.

EUA pedem que donos do Galaxy Note 7, da Samsung, parem de usá-lo
A Samsung se viu obrigada a anunciar, em 2 de setembro passado, um "recall" de 2,5 milhões de unidades de seu Note 7, um "phablet", aparelho intermediário entre o celular e o tablet. Alguns equipamentos pegaram fogo por conta de baterias com defeito.

Explosões do Samsung Galaxy Note 7 causam 26 queimaduras nos EUA
A operação de coleta seguia dentro do esperado, até a ocorrência de novos episódios na semana passada - aparentemente com aparelhos Galaxy Note 7 que haviam sido trocados.
"A segurança dos consumidores é nossa prioridade. A Samsung pede a todos os operadores e varejistas que parem de vender e trocar o Galaxy Note 7, enquanto durar a investigação", orientou o grupo.

 

A Samsung disse que está ajustando os volumes de produção. Além disso, aconselha que todos os donos de um modelo original do Galaxy Note 7, ou de um aparelho já trocado, "desliguem e parem de usar" seu "phablet".

*Diário Catarinense