Os astros estão alinhados - diz Caramori sobre o projeto Governador do Oeste

Os astros estão alinhados - diz Caramori sobre o projeto Governador do Oeste

Em visita ao Município de Xaxim, José Claudio Caramori concedeu entrevista ao DX onde falou sobre sua atuação como Presidente do Badesc, vida pública, Eleições 2018 e sobre o projeto Governador do Oeste. Confira.

Por Portal DX 15/09/2017 - 09:57 hs
Foto: Raphael Spiller
Os astros estão alinhados - diz Caramori sobre o projeto Governador do Oeste
Caramori conversou com a reportagem do Diário Data X após visita ao Complexo de Segurança Pública

Xaxim - O Presidente da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc), José Claudio Caramori, esteve em Xaxim na tarde desta quarta-feira (13) onde concedeu entrevista ao Diário Data X. Caramori visitou a Obra do Complexo de Segurança Pública do município, que vem sendo executada com recursos provenientes do Governo do Estado. A visita diz respeito ao Dia de Ação do Governo, que foi realizada simultaneamente nas 36 Agências de Desenvolvimento Regional de Santa Catarina – onde cada uma delas recebeu a visita de algum membro do Governo.

Diário Data X - Como você avalia o Dia de Ação de Governo?
José Claudio Caramori -
Nessa ocasião falamos a líderes políticos e empresariais da ADR Xanxerê sobre a atuação do Badesc, tanto sobre os programas voltados para os municípios, como também aos programas voltados para a iniciativa privada, que vai desde o Microcrédito até grandes empresas. Essa ação permite o contato direto com a população, e ampliado com a participação da imprensa regional.  Fomos recebidos em Xanxerê pelo Secretário Executivo da regional de Xanxerê, Ademir Gasparini, pelo prefeito de Xanxerê Avelino Menegolla, e pelo presidente da AMAI e prefeito de Xaxim, Lírio Dagort. As atividades foram muito produtivas, onde tivemos a possibilidade de mostrar o trabalho da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina, como braço governamental de incentivo à economia e ao desenvolvimento social, está realizando por toda Santa Catarina, e ao mesmo tempo ouvimos as demandas dos políticos, empresários e população da região.

DX - O que o senhor achou da obra do Complexo de Segurança Pública de Xaxim?
Caramori -
Percebe-se uma construção arquitetonicamente muito bem elaborada, moderna, com espaços amplos, qualidade na construção, o que com certeza dará muito mais conforto aos servidores de segurança pública que aqui futuramente estarão trabalhando.

DX - Como o senhor avalia sua atuação como Presidente do Badesc?
Caramori –
Está sendo uma experiência extremamente positiva. Para quem foi prefeito por seis anos, e viveu intensamente o lado do balcão do gestor, que tem inúmeras demandas para atender a toda a população - como educação, assistência social, esporte cultura e lazer, infraestrutura, mobilidade, segurança do patrimônio público - dentre todas as responsabilidades do gestor público municipal, com recursos absolutamente escassos, com receitas muito aquém das reais necessidades de uma gestão municipal, poder estar agora do outro lado, dentro da estrutura do governo do estado, numa instituição que historicamente através do programa Badesc Cidades, consegue ofertar recursos aos municípios, buscando suprir a lacuna de falta de recursos para investimentos é muito interessante.

O prefeito investe 25% em educação, o mínimo de 15% na saúde – que via de regra chega a 25% e até 30% - mais folha de pagamento, mais previdência dos servidores (...) dificilmente sobra algo para os investimentos. Se não houver uma entrada de recursos adicionais, extra orçamentária, não vai conseguir executar obras importantes. Estar na presidência do Badesc nos permite estar auxiliando os prefeitos e gestores a atenderem as necessidades de suas populações.

DX - O senhor foi Vereador, Prefeito, está atuando no Governo do Estado como presidente do Badesc. O próximo passo é ser deputado estadual?

Caramori - Não podemos nunca afirmar o que será o dia de amanhã. É certo dizer que o futuro a Deus pertence. Tenho dedicado boa parte da minha vida às relações governamentais, públicas e privadas, onde atuei muito como voluntário. Sempre participei de associações comunitárias e empresariais, como a CDL, dentre outras instituições, e tive experiência na vida pública como vereador, presidente da câmara e prefeito, de forma que me sinto muito a vontade, se for indicado pelo meu partido (PSD), para concorrer a um eventual cargo no Legislativo Estadual. Mas tudo isso é muito precoce para se afirmar. Os pré-candidatos estão em um momento de prospecção e entendimento. O que posso dizer, é que pela minha experiência na vida pública e privada, e pelo conhecimento que tenho da região Oeste, me sentiria muito à vontade para dedicar mais um tempo da minha vida em favor do coletivo, coisa que sempre fiz, ora como voluntário, ora como detentor de cargo público. É uma coisa que gosto de fazer, me dedico inteiramente.

Uma das 'vagas disponíveis’, ao que tudo indica, é a do Deputado Gelson Merisio que deve se candidatar ao Governo do Estado. Como você vê a campanha para eleger um Governador do Oeste?

É uma grande oportunidade que temos neste momento. ‘Os astros estão alinhados’, podemos dizer assim, porque é muito raro termos uma possibilidade de apresentar bons nomes para buscar o cargo máximo do executivo Estadual. O cargo de governador é muito importante e nunca tivemos de fato um governador natural do Oeste de Santa Catarina eleito (tivemos vice-governador que assumiu o cargo, mas nunca elegemos um governador da região).  Dentro do meu partido desponta sim o nome do nosso deputado Gelson Merisio, que conta com o apoio do deputado federal João Rodrigues, outro grande nome da Política do Oeste, e com o apoio do partido em todo o estado.

É uma força política que tem mostrado que dá resultado para a região. Trata-se de estar alguém na hora certa, no lugar certo, para poder trazer recursos e obras importantes como o complexo de segurança pública de Xaxim, Hospital São Paulo e o contorno viário leste de Xanxerê, duplicação do Hospital Regional de Chapecó, a duplicação da BR-480 que leva Chapecó a divisa com o RS. Essas obras só acontecem pois tem gente lá em Florianópolis defendendo a região. O que prova que funciona, e por isso temos que pensar seriamente, e suprapartidariamente, na possibilidade de unir forças e eleger um governador da nossa região.