Ele quebrou um novo recorde pelo Inter

Ídolo colorado atinge nova marca e entra mais uma vez para a história do clube

Por Portal DX 29/09/2017 - 11:38 hs

O garçom do Inter em 2017 tem nome, sobrenome e carrega uma braçadeira de capitão. Com o gol de Edenilson diante do América-MG, que deixou o time de Guto Ferreira na liderança isolada da Série B, D’Alessandro, aos 36 anos, chegou à marca recorde em sua história no Inter de 15 assistências no ano. O número é expressivo se comparado a ele mesmo. Desde 2008, quando chegou ao Beira-Rio, o camisa 10 nunca deu tantos passes para gols dos seus companheiros. 

Nesta temporada, aos olhos de 37 mil colorados no Beira-Rio pela 22ª rodada, o maestro colorado chegou a fazer três assistências na vitória do Inter sobre o Paysandu por 3 a 2. 

O número de assistências na Segunda Divisão também é emblemático. Mas D’Alessandro perde para Artur, emprestado do Palmeiras ao Londrina nesta temporada. O atacante soma 10 passes para gol na competição, contra nove do capitão colorado, e no ano, já que ele disputou apenas a Copa do Brasil no primeiro semestre. 

O bom momento do argentino faz, inclusive, o Inter já pensar em 2018. E há interesse em renovar o vínculo com o principal jogador do grupo. Ao menos pelo lado da direção colorada: 

— Existe o interesse do Inter em contar com o D’Ale no ano que vem. Ele estava no River Plate e decidiu retornar ao Inter. Voltou para nos ajudar, a trazer o Inter de volta para a Série A. Ele poderia ter ficado no River, no conforto, mas veio jogar a Série B. E já atuou bem mais do que jogou no River. Ele é nosso capitão, há interesse — confirmou o vice de futebol do Inter, Roberto Melo, após o 2 a 1 no Beira-Rio nesta quarta-feira. 

A partir de agora, a cada rodada, o camisa 10 pode quebrar um recorde novo. E pode já começar neste sábado diante do Santa Cruz, no Beira-Rio, se Guto Ferreira não decidir preservá-lo.

A evolução de D'Alessandro

2008 — 18 jogos (4 gols e 6 assistências)
2009 — 48 jogos (11 gols e 11 assistências)
2010 — 44 jogos (5 jogos e 13 assistências)
2011 — 52 jogos (16 gols e 11 assistências)
2012 — 33 jogos (3 gols e 7 assistências)
2013 — 58 jogos (20 gols e 13 assistências)
2014 — 47 jogos (11 gols e 14 assistências)
2015 — 36 jogos (5 gols e 5 assistências)
2016 — 4 jogos (1 gol)
2017 — 41 jogos (6 gols e 15 assistências)

 

*Zero Hora