Grêmio vence, tem vantagem para a decisão, mas lamenta erros de arbitragem

O meia Cícero, que saiu do banco de reservas, foi quem marcou o gol da vitória, levando a vantagem do empate para o próximo jogo que será disputado no dia 29 de novembro.

Por Portal DX 23/11/2017 - 10:01 hs

Porto Alegre - Com muito sofrimento e polêmicas com a arbitragem, o Grêmio derrotou por 1 a 0 o Lanús na noite desta quarta-feira (22) e ficou mais próximo do terceiro título da Taça Libertadores da América.   

O meia Cícero, que saiu do banco de reservas, foi quem marcou o gol da vitória, levando a vantagem do empate para o próximo jogo que será disputado no dia 29 de novembro.   

No entanto, a não marcação de um pênalti sobre Jael já no fim da partida causou revolta entre os torcedores e dirigentes gremistas – que querem levar o caso para debate na Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol).   

“A única coisa, e vocês sabem bem que desde o início do ano não gosto de falar e não vou falar de arbitragem, mas vocês viram. A única coisa que vou perguntar para Conmebol é o tal do vídeo. Eu vi o lance na TV. Ele olhou, levou o apito na boca, estava a três metros do lance, não estava encoberto. O Stevie Wonder não precisaria do vídeo para dar o pênalti. Até o Stevie Wonder veria o pênalti. A pergunta que eu faço é: Por que não foi usado o vídeo?”, reclamou o técnico Renato Portalupi ao fim do jogo.