Dois homens são detidos após crime e troca de tiros com a PM em Chapecó

Após furto em Cordilheira Alta, homens foram perseguidos pela PM em Chapecó

Por Alberto 26/04/2016 - 07:59 hs
Foto: J. Biavatti
Dois homens são detidos após crime e troca de tiros com a PM em Chapecó
um dos bandidos foi baleado durante a peseguição

Por volta das 21h40min da segunda-feira (25), uma guarnição que atua no setor norte de Chapecó/SC estava em deslocamento pela BR-480, acesso a BR-282, sentido trevo/cidade, para atender uma ocorrência de rotina na região do Bairro Belvedere, quando visualizou um veículo Fiat/Uno, placas de Cordilheira Alta, ultrapassando em alta velocidade a viatura.

Suspeitando da atitude, a guarnição tentou abordagem, porém a ordem de parada não foi acatada e o veículo fugiu seguindo em direção a Chapecó, passando pela Avenida Leopoldo Sander e entrando no Bairro Cristo Rei. Durante o acompanhamento, dois dos ocupantes do veículo efetuaram disparos contra os policiais. Já no Bairro Alvorada, na Rua Gerônimo Coelho, esquina com a Prudente de Morais, o condutor perdeu o controle do veículo e colidiu contra o meio fio.

Quatro ocupantes saíram do veículo novamente efetuando disparos. Houve trocas de tiro entre bandidos e policiais. Dois bandidos, ambos de 20 anos, foram capturados. Um deles foi alvejado por um disparo na perna direita, outros dois conseguiram fugir.

No interior do veículo havia uma televisão, um notebook Acer, dois aparelhos celulares sendo um Samsung e um Motorola e dois óculos de sol. Após a prisão dos indivíduos, a central da PM recebeu a informação de que o veículo e os objetos haviam sido tomados em um assalto/roubo na cidade de Cordilheira Alta.

Um revólver calibre 38, com numeração aparente, com cinco cápsulas deflagradas e apenas uma munição intacta, foi apreendida.

O crime
As vítimas, um casal de idosos de 61 anos e um homem de 29 anos, relataram que estavam na residência, na Linha Campina do Gregório, zona rural de Cordilheira Alta, quando por volta das 21 horas, quatro homens encapuzados chegaram e anunciaram o assalto. Um dos autores mandou que todos deitassem no chão. Uma vítima não obedeceu a ordem e foi agredida com socos, chutes e coronhadas.

Histórico policial 
O preso que foi baleado já possuía registros por roubo contra pessoa, lesão corporal contra a vítima, crimes do estatuto do torcedor e ato obsceno. O outro possuía apenas alguns registros de envolvimento em rixa, vias de fato e penalizações de trânsito.

Fonte: Roberto Lorenzon