CORDILHEIRA ALTA PROJETADA PARA OS PRÓXIMOS 30 ANOS

CORDILHEIRA ALTA PROJETADA PARA OS PRÓXIMOS 30 ANOS

Por Portal DX 12/01/2018 - 14:51 hs

Como será a Cordilheira Alta de 2048? Esta pergunta só pode ser respondida caso haja um planejamento das ações do governo municipal a partir dos dias atuais, visando este futuro que não é tão distante.

Cordilheira Alta é um jovem e pequeno município, bem localizado às margens da BR 282, porém com um crescimento pouco planejado em seus primeiros 25 anos de existência. O atual governo municipal, tem a visão de iniciar um processo de planejamento das ações em todas as áreas, visando o desenvolvimento a médio e longo prazo de forma ordenada, proporcionando maior qualidade de vida aos cidadãos e cidadãs cordilheiraltenses.

Processo já iniciado em 2017

 

O prefeito Carlos Alberto Tozzo explica que desde meados de 2017, diversas reuniões com profissionais especializados em desenvolvimento urbano planejado estão ocorrendo e o município está prestes a lançar uma licitação para contratação de empresa especializada que deverá projetar Cordilheira Alta para os próximos 30 anos. “Nosso objetivo é, e sempre foi, planejar as ações de governo, pensando nas demandas de Cordilheira Alta dos próximos 30 anos. Isso evita desperdício de dinheiro público, faz com que as ações de governo tenham uma maior assertividade. Muitas das obras que são necessárias, você não consegue executar em apenas um mandato, então elas precisam ser planejadas com prazos e etapas a curto, médio e longo prazo bem definidos, para que o próximo gestor dê andamento aos projetos. Isso é gestão pública moderna, só assim podemos ter a certeza de ter uma cidade modelo no futuro, que atenda as necessidades do seu povo”, ressalta. Tozzo fala sobre a importância de um planejamento executado por profissionais. “Hoje não se tem mais tempo para errar, os recursos públicos são escassos, então como saber se aquilo que a gente vai projetar, realmente vai surtir resultados positivos no futuro? Certeza absoluta nunca teremos, pois o erro é natural do ser humano, mas teremos muito mais chances de acertar, se o planejamento for feito por profissionais da área, por pessoas que estudam todas as condições favoráveis e desfavoráveis. Profissionais que conheçam exemplos que deram certo e também que não funcionaram em outros municípios. Nós políticos temos que executar, administrar o recurso público, quem deve fazer o planejamento e os projetos são os profissionais da área. É pensando dessa forma que já estamos praticamente concluindo o processo de licitação que deverá ser lançado em breve, para contratar uma empresa especializada nesta área e que vai projetar a Cordilheira Alta para os próximos 30 anos”, explica.