Invicto na Chape, Kleina brinca:

Invicto na Chape, Kleina brinca:

Por Portal DX 22/01/2018 - 07:56 hs

Chapecoense bateu o Inter de Lages e manteve os 100% de aproveitamento no ano - duas vitórias no Catarinense e um amistoso, contra Tubarão, na pré-temporada. Com Gilson Kleina no comando, aliás, a Chape ainda não perdeu. Desde que assumiu a equipe em 2017, o Verdão não sabe o que é perder. São 12 jogos oficiais, com oito vitórias e quatro empates, 19 gols marcados e 8 sofridos, um total de 77,77% de aproveitamento. Se contar o jogo-treino, 79,50%.

- Espero dar continuidade. A série invicta é importante, ficamos felizes. Se puder pedir para papai do céu ficar sem perder esse restinho de ano, tudo bem - brincou o treinador, que ainda tem alguns meses de trabalho pela frente com o Verdão em 2018.

E para manter a invencibilidade, Kleina e seus comandados passaram pelo Inter de Lages. Depois de muita chuva no começo do primeiro tempo e campo pesado, o que dificultou o trabalho do Verdão, a equipe se soltou à medida que o gramado secou. Na segunda etapa, marcou duas vezes para garantir os três pontos, ambos gols de Guilherme. Segundo o treinador, o placar poderia até ser mais elástico.

- Primeiro tempo jogo de força, volume grande a água, não conseguimos fazer o jogo que estamos acostumados, colocar bola no chão, envolver. Jogo ficou sem criatividade, muito pegado. Ficou perigoso para a gente, eles estavam com dois atacantes pressionando a saída, tivemos que fazer ligação direta, ele eles ganhando todas bolas no corpo. A posição dos volantes ficou distante, demos muito bote errado, eles estavam em vantagem (...) A gente carregava a bola e perdia. Segundo tempo melhoramos. Primeiro secou o campo, e nossa equipe melhorou muito. Equipe cresceu, fez gols, soube marcar o Inter, respeitar. Preenchemos o meio de campo para ter contragolpe, tivemos as ações, a transição, depois botamos bola no chão, saímos lá de trás tocando e poderíamos ter ampliado o placar por merecimento.

G1