CHUVAS ATRAPALHAM A PRODUÇÃO DE SILAGEM EM CORDILHEIRA ALTA

Por Portal DX 24/01/2018 - 10:46 hs

No período que compreende os meses de dezembro a março, a Secretaria Municipal de Agricultura de Cordilheira Alta concentra a maior parte de seus esforços para a produção de silagem, devido ser o período ideal para colheita do milho. Neste início de 2018, as chuvas constantes vêm prejudicado o trabalho da secretaria e fazendo com que os servidores da pasta trabalhem em finais de semana, feriados e horários estendidos, sempre que o clima se apresenta favorável, com o objetivo de atender o maior número possível de bovinocultores de leite.

O Secretario, Marcelo Graciani, demonstra preocupação com os agricultores que podem ter a colheita prejudicada por conta das chuvas. “Nós estamos muito preocupados, pois o clima é algo que foge do nosso controle, e com chuva não há como desempenhar os serviços nas lavouras. Estamos torcendo para termos uma sequência de dias de sol, pois assim conseguiremos praticamente normalizar os atendimentos, mas essa sequencia precisa ocorrer agora, antes que o milho passe do ponto de colheita”, comenta. Graciani ressalta o empenho da equipe de operadores que não mede esforços para atender aos agricultores da melhor maneira possível. “Nós estamos trabalhando da seguinte forma: chove de manhã, a tarde estamos indo a campo, mesmo sabendo que não seria a forma ideal de trabalhar, mas queremos atender aos agricultores. Não queremos que nenhum bovinocultor fique sem a silagem, pois isso vai refletir no inverno, momento em que as pastagens diminuem e quando eles necessitam da silagem para alimentar os animais.  Os operadores compreendem essa dificuldade e se empenham de forma que vai além das suas atribuições. Sábado passado, por exemplo, trabalhamos o dia todo e somente não trabalhamos no domingo porque choveu novamente.  Agora, nestes dias, quando o sol aparece, não temos horário para parar, vamos trabalhar no fim de semana e vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance, torcendo sempre que o clima nos dê alguns dias de sol forte”, finaliza.