Mercoagro 2018 desenvolverá ações de sustentabilidade ambiental

Por Portal DX 15/03/2018 - 11:58 hs

Sustentabilidade será um conceito e uma prática presentes na 12ª edição daMERCOAGRO – Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne – programada para o período de 11 a 14 de setembro próximo, no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó. Ela tem o status de maior expo-feira do setor na América do Sul e é organizada pela Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) com apoio das principais entidades do setor agroindustrial da proteína animal.

O gerente da Mercoagro 2018 Nadir José Cervelin coordenou, nesta semana, reunião de trabalho sobre esse assunto e antecipou que duas linhas de ação tornarão o evento sustentável. A operação da feira obedecerá a um plano ambiental no sentido da coleta e destinação dos resíduos produzidos na montagem, no transcurso e na desmontagem da estrutura da Mercoagro, no parque de exposições. Papel, papelão, plástico, madeira e forrações (carpet) terão destinação adequada através do programa social Verde Vida. O objetivo é gerar renda com os materiais economicamente valorizados para financiar as ações do programa.

Da mesma forma, serão dados tratamento e destinação adequados ao lixo gerado durante os quatro dias da expo-feira e à água utilizada para abastecer a área bruta total de 15 mil metros quadrados ocupada por 180 estandes que abrigarão cerca de 250 empresas. Esse conjunto será visitado por 15.000 compradores. O plano ambiental também levará em conta a circulação de 3.000 automóveis, vans e micro-ônibus pelo estacionamento da feira.

A segunda linha de atuação focalizará os produtos ambientalmente sustentáveis apresentados. Os expositores terão a oportunidade até o dia 30 de abril de indicar para a Comissão Central Organizadora os produtos ou serviços sustentáveis, informando: (a) qual a solução a que se destinam; (b) porque são sustentáveis e (c) a certificação de sustentabilidade emitida por instituição qualificada.

Depois de avaliação de uma comissão, esses produtos e empresas receberão o SELO VERDE outorgado pela Mercoagro 2018 e terão os respectivos estandes timbrados com essa distinção.

Cervelin destaca que “a Mercoagro tem compromisso com a sustentabilidade ambiental e ecológica, comprovando que a indústria da carne contribui para manter a qualidade de vida e os ecossistemas em harmonia com as pessoas e com as atividades industriais”.  Acrescenta que “nós também temos compromisso de encontrar uma forma de desenvolvimento que atenda às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das próximas gerações de suprir as próprias necessidades.”

A feira tem forte caráter internacional com visitantes e expositores da Alemanha, Argentina, Áustria, Bolívia, Chile, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Paraguai, Uruguai, França, Islândia, entre outros países. A previsão de negócios é da ordem de 160 milhões de dólares. Entre os expositores estarão empresas dos setores de refrigeração, automação industrial, ingredientes e aditivos, embalagens, transporte e armazenagem, equipamentos e acessórios, entre outros produtos e serviços para atender a indústria da carne. Outras informações em www.mercoagro.com.br.