Os desafios da indústria 4.0, criatividade e inovação são debatidos na Expen 2018

Por Portal DX 15/03/2018 - 14:11 hs

A nova onda da Revolução Industrial – que ganha denominações como indústria 4.0, internet industrial, indústria avançada ou manufatura avançada – foi abordada na palestra “Indústria 4.0: perspectivas e ações”, na Feira de Soluções Empresariais (Expen), que segue até esta sexta-feira (16), no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nês, em Chapecó. O tema foi explanado pelo pesquisador do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Rafael Mundim.

A indústria 4.0 tem por base a hiperconectividade, a inteligência artificial, o elevado grau de digitalização e de sensoriamento, o avanço do big data, Internet das Coisas (IoT), realidade aumentada, robótica colaborativa, manufatura híbrida, entre outros. Mundim explanou sobre seis etapas para se chegar ao nível máximo na escala de maturidade para a indústria 4.0: informatização, conectividade, visibilidade, transparência, capacidade produtiva e adaptabilidade.

Outro desafio é que, além das tecnologias e metas, haverá mudanças em aspectos organizacionais e culturais. “Trabalhos físicos e previsíveis tendem a deixar de existir. Das demandas necessárias para esse novo cenário, segundo o Fórum Mundial, destaco duas: resolução de problemas complexos e habilidades sociais. O desafio será formar profissionais de altíssima qualificação”, salientou Mundin, acrescentando que a educação precisa atuar de maneira diferente, com execução de projetos práticos baseados em problemas reais. O pesquisador observou, ainda, que 30% dos empregos atuais não existiam dez anos atrás e 65% das crianças hoje executarão funções que não existem atualmente.

De acordo com Mundim, um fator para o avanço da indústria 4.0 é a competitividade. Essas tecnologias reduzirão custos de processamento, armazenamento e transmissão de dados. Porém, o Brasil está em 81º lugar no ranking de competitividade mundial. “O que acontece depende muito das pessoas, da iniciativa e da visão. Temos muito a avançar, mas nunca existiram tantas oportunidades”, salientou.

As novas habilidades também foram abordadas na palestra “A melhor versão do futuro”, com Carlos Hilsdorf, considerado pelo mercado empresarial um dos cinco melhores palestrantes da atualidade no Brasil. Ele falou da importância da tecnologia, da criatividade e da inovação. “Sem utilizar a criatividade, saber transformá-la em inovação e desenvolver a competência de empreender, você terá conhecimento sem discernimento, desejo sem vontade e um sonho com poucas chances de acontecer”.

Hilsdorf enfatizou que, atualmente, não basta encontrar o problema e a solução no mundo dos negócios. “É necessário encontrar múltiplos problemas e apresentar uma solução integrada para todos eles, agregando outros benefícios. Se não houver inconformismo com alguma coisa, não haverá inovação, nem empreendedorismo e sucesso. Sucesso é a junção de oportunidade e competência”. Além disso, não se pode esquecer o lado humano da tecnologia. “Os negócios são feitos com pessoas, são elas que decidem a compra”, frisou.

Por fim, Hilsdorf enfatizou a importância de antecipar tendências e do conhecimento. “A capacidade que o profissional da era digital precisa ter é surpreender e, para isso, precisa de conhecimento”.

A FEIRA

Focada em soluções empresariais, a Expen 2018 é organizada pela Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec). O principal objetivo é estimular a economia, o empreendedorismo e o aperfeiçoamento das empresas e profissionais, oferecendo soluções completas para todas as etapas de maturação de uma empresa, desde o planejamento de um novo negócio até a gestão e conquista de novos mercados.

São patrocinadores principais da Expen 2018 a Optidata, o Badesc, a Sicredi Região da Produção RS/SC, a Unochapecó e a Inviolável. A feira tem ainda apoio da prefeitura de Chapecó, ACIC, SICOM, FIESC/SENAI, Giulietta, Associação Chapecoense de Futebol, Hotel Holiday & Business, Unimed Chapecó, Europe Café, Sindicato das Empresas de Processamento de Dados, Software e Serviços Técnicos de Informática do Estado de Santa Catarina (Seprosc), Gráfica Mercur e Ampliza.

A visitação é franca, das 14 às 22 horas. Basta credenciamento no site www.expen.com.brou na recepção do evento. O credenciamento não garante o lugar nas palestras, portanto, é necessário chegar cedo.

QUINTA-FEIRA (15)

Empreendedorismo e inovação, como as startups estão destruindo mercados tradicionais e como transformar problemas em oportunidades serão alguns dos temas abordados na palestra “A BATALHA DAS STARTUPS NO AMBIENTE INOVADOR” do empreendedor, escritor, palestrante e podcaster João Cristofolini, às 17 horas, no teatro do Centro de Cultura e Eventos. Cristofolini desenvolveu mais de sete negócios, de redes de franquias a startups de tecnologia. Hoje é CEO e fundador da startup Pegaki, considerada uma das maiores inovações do mercado de e-commerce brasileiro, e autor do ResumoCast, um dos podcasts mais influentes do Brasil (resumo de livros para empreendedores) que impacta semanalmente mais de 30 mil pessoas. É palestrante, autor de seis livros, entre eles “O que a escola não nos ensina”, “MBA empreendedor”, “Jovens empreendedores”, “Os 15 maiores erros de novos empreendedores” e “Dose de insight”. Considerado um dos jovens empreendedores brasileiros de maior influência e referência da atualidade, em 2015 recebeu o prêmio Ozires Silva, como destaque por fomentar o empreendedorismo no País.

Às 19h30 será a vez de Tallis Gomes, fundador do Easy Taxi, o maior aplicativo de táxi do mundo que, sob sua gestão, foi expandido para 35 países em quatro continentes. Em 2017 a Easy Taxi fundiu-se com a Cabify, em uma das três mais importantes M&A de tecnologia na história brasileira. Listado pela Forbes 30 under 30, eleito em 2017 pelo MIT como o jovem empreendedor mais inovador mundo, na lista under 35, e listado pela principal revista científica no Brasil como uma das 25 pessoas mais influentes na internet brasileira e eleito Líder Jovem do Ano por Latin Trade Foundation em Miami. Atualmente, Tallis é CEO e fundador do Singu, maior aplicativo voltado para o mercado de beleza e bem-estar do Brasil e autor de "Nada Easy", best-sellers na categoria negócios.


Também haverá programação de oficinas no Salão Nobre. Às 14 horas Fabiana Gonçalves, da empresa SoftwareONE Brasil falará sobre “Inventário de Softwares”; às 15 horas o tema “Indústria 4.0 e Bigdata Analytics” será abordado por Jefferson Oestreich de Mello, CEO da H2J; às 16 horas será a vez de Caciano Zanella e Cleonir Paulo Theisen falarem sobre “Desafios na gestão X Obrigações fiscais”; e às 18 horas o tema “Redes avançadas de distribuição de conteúdo” será explanado por Marcelo Balbinot.

SEXTA-FEIRA (16)

A palestra “A ERA DO BITCOIN” ocorrerá às 17 horas, com o professor da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Emílio Wuerges. Evangelista do Software Livre, Cripto-Moedas, Programação Funcional e da Maratona de Programação, Wuerges possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005), mestrado em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008) e doutorado em Engenharia de Automação e Sistemas pela Universidade Federal de Santa Catarina (2015).

Para encerrar, às 19h30, o consultor de projetos Antonio Marcon abordará o temaNOVAS FRONTEIRAS DOS BENEFÍCIOS FISCAIS PARA INOVAÇÃOMarcon é Balanced Scorecard (BSc) em Informática pela Universidade Federal de São Carlos, possui MBA em Administração de Mercadorias da ESPM São Paulo e é candidato de doutorado em política de ITS da Unicamp/DPCT. Seu principal interesse de pesquisa é a internacionalização acelerada das pequenas e médias empresas (PMEs) do conhecimento intensivo. Foi gerente de P & D do Centro de Pesquisa Samsung SRBR e chefe do Programa de Economia Criativa, em colaboração com a Anprotec e a CCEI Korea, para promover startups inovadores no Brasil. Contribui constantemente para remodelar o ambiente institucional e os canais de colaboração entre as PMEs de tecnologia e as Cadeias de Valor Global.

A programação no Salão Nobre contempla, às 14 horas, o tema “Inspire a sua equipe a liberdade de decidir e agir”, com Alexandre Galon e Robert Otto; às 15 horas André João Telöcken falará sobre “O futuro da geração de distribuição de energia”; às 16 horas o tema “Recursos financeiros para a inovação” será explanado por Margarete De Marchi; às 17 horasMarcos Roberto Dorigon falará sobre “Linhas de crédito Sicredi”; e às 18 horas o tema “Porque acelerar sua startup” será exposto por Rudinei Gerhart.