Maratona de inovação reúne universitários em busca de soluções para melhorar serviços públicos em SC

Participantes tiveram a oportunidade de apresentar novas ideias voltadas para Saúde, Educação e Segurança Pública no evento promovido pela Escola do Legislativo

Por Portal DX 04/07/2018 - 08:21 hs
Foto: Fábio Queiroz/agência AL
Maratona de inovação reúne universitários em busca de soluções para melhorar serviços públicos em SC
Alunos responsáveis pelos projetos vencedores do 1º Hackathon Cívico

Estudantes universitários de diferentes regiões de Santa Catarina passaram o final de semana todo trabalhando em um esforço para aprimorar o serviço prestado pelo Estado junto à população. Eles se reuniram em Florianópolis para uma maratona de inovação, o 1º Hackathon Cívico, desenvolvido pela Escola do Legislativo. Ao todo, foram 20 horas de trabalho em três dias dedicadas à criação de novas propostas para a área de políticas públicas, com foco em Educação, Saúde e Segurança Pública.

Os estudantes foram orientados por especialistas e apresentaram seis propostas viáveis e inovadoras para a avaliação de uma banca examinadora. As três melhores ideias, já selecionadas, serão agora apresentadas em uma sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, inicialmente marcada para o dia 10 de julho.

O projeto de criação de um aplicativo para a área da Saúde foi o grande vencedor. Em segundo lugar ficou uma iniciativa para a área de Segurança Pública e, em terceiro, um projeto itinerante de educação política nas escolas.

“Criatividade e inovação são carências constantes da administração pública, não apenas em Santa Catarina. Costumo dizer que ainda estamos no 1.0. Mas temos uma vantagem por aqui. Criar e inovar fazem parte do DNA catarinense”, afirma Gelson Merisio, presidente da Escola do Legislativo, que emenda: “Só trará bem ao nosso estado que mais eventos como esse aconteçam para ajudarmos a aplicar tecnologia na forma como oferecemos serviços públicos à população”.

Conheça os vencedores:

- 1º lugar: aplicativo Saúde Mais - propõe a redução de um problema enfrentado pela rede pública de saúde - o número de pessoas que marcam consultas e não comparecem – e a diminuição da fila de espera pelas consultas.
Equipe: Valmir Jordani (estudante de Direito de Indaial), Paloma de Freitas Cruz (estudante de Administração Pública de Balneário Camboriú) e Joanna Prieto Farias (estudante de Administração Pública em Florianópolis)

- 2º lugar: aplicativo SOS SC – plataforma colaborativa na área de Segurança Pública onde qualquer pessoa poderá informar uma ocorrência e colaborar com informações complementares, com imagens, dados e orientações sobre esta ocorrência.
Equipe: Matheus Peixoto Philippi (estudante de Direito de Capivari de Baixo), Ana Carolina Parreira (estudante de Relações Internacionais de Florianópolis) e Maria Cristina Batistella Ignácio (estudante de Ciências Políticas da UFSC).

- 3º lugar: projeto Democracia da Estrada – proposta de ação itinerante de educação política nas escolas.
Equipe: Iara Maria Machado Lopes, Milena Barbi e Cryslan de Moraes

Continuidade e legada
“Nós temos um número grande de pessoas que marcam suas consultas e não comparecem. Esse aplicativo serviria para reduzir esse problema e diminuir a fila de espera pelas consultas”, explicou a equipe vencedora.

Todas as propostas de políticas públicas apresentadas pelos grupos também vão ser apresentadas aos presidentes de partidos políticos de Santa Catarina, como sugestão de temas a serem abordados nas eleições deste ano. E as ideias também serão levadas, de acordo com o tema, às comissões permanentes da Alesc que tratam das áreas abordadas no hackathon.

A iniciativa do evento foi uma parceria com a organização social em prol da educação política e cívica “Politize!”.