Mídias Sociais podem mudar o rumo da sua carreira, diz pesquisa

26% dos entrevistaram dizem já ter encontrado conteúdo que os levou a repreender ou demitir um empregado.

Por Raphael Spiller 27/05/2016 - 10:46 hs
Foto: Educadores

Com o uso disseminado das redes sociais, cada vez mais empregadores estão se voltando para elas em busca de informações adicionais sobre os potenciais candidatos em um processo seletivo. Mas, segundo uma pesquisa do site de carreira CareerBuilder, eles não estão gostando nada do que descobrem na web.

Cerca de 40% dos empregadores admitiram utilizar mídias sociais para pesquisar informações extras sobre os candidatos para uma vaga. Dentro deste grupo, mais da metade dos recrutadores disse ter encontrado informações de que o levou a não contratar o candidato.

O site ouviu mais de 2.138 gerentes de contratação e profissionais de Recursos Humanos e listou os comportamentos nas redes sociais que mais provocam rejeição dos empregadores. Confira quais são eles:

1.    Candidatos à vaga publicam fotos ou informações provocativas ou inadequadas - 46%
2.    Postam fotos ou informações sobre bebidas e uso drogas - 41%
3.    Reclamam de ex-colegas ou da empresa anterior - 36%
4.    Mostram baixa habilidade de comunicação - 32%
5.    Postam informações discriminatórias relacionadas à raça, sexo, religião, etc - 28%
6.    Mentem sobre qualificações - 25%
7.    Compartilham informações confidenciais de empregadores anteriores - 24%
8.    Têm ligações com práticas criminais - 22%
9.    Têm apelidos não profissionais - 21%
10. Mentem sobre uma ausência na entrevista - 13%

Informações Uol