Postado em 19 de Fevereiro às 14h55

Acusado de matar três irmãs vai a júri em Cunha Porã

O Júri popular de Jackson Felipe Lahr foi agendado para o próximo dia 26, na agência da SICOOB no Município de Cunha Porã.

Cunha Porã - O Júri popular de Jackson Felipe Lahr foi agendado para o próximo dia 26, na agência da SICOOB no município de Cunha Porã. O crime teve comoção social à época. A defesa de Lahr solicitou mudança de local para o julgamento, contudo, uma decisão do Tribunal de Justiça determinou a permanência do Júri naquela comarca. O acesso ao público, em razão do espaço físico e da segurança de todos os envolvidos, será limitado pela organização da comarca.


Relembre o caso
No dia 27 de fevereiro de 2017, Lahr arrombou a porta da casa onde estava a família reunida, na linha Sabiazinho, interior de Cunha Porã. Com 19 facadas, ele assassinou a ex-cunhada Juliane Horbach, 23 anos, por ela ser contrária ao relacionamento do réu com a irmã dela Rafaela Horbach, 15 anos, também morta a facadas. Fabiane Horbach, 12 anos, estava na casa com as irmãs e foi assassinada com sete golpes de faca. O marido de Juliane, Gilvane Meyer, teve 17 perfurações. Os pulmões e o estômago foram perfurados. Ele fingiu a própria morte. Assim conseguiu pedir ajuda ao vizinho. Lahr não concordava com o fim do relacionamento que manteve com Rafaela, por 11 meses, com quem teve um filho.

Veja também

Veículo Corsa colide com caminhão na BR-282 em Ponte Serrada24/06 O Corpo de Bombeiros de Ponte Serrada atendeu ocorrência de acidente de trânsito do tipo colisão frontal/lateral, na BR 282, nas proximidades do posto ligeirinho, município de Ponte Serrada/SC. O primeiro veiculo um automóvel GM Corsa placa de Campos Novos com 3 ocupantes todos estáveis, apresentando apenas escoriações. O segundo veículo um caminhão......
MPSC bloqueia R$ 4,7 milhões de ex-Prefeito do Oeste18/04 O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) obteve medida liminar para bloquear R$ 4,77 milhões do ex-Prefeito de Dionísio Cerqueira Altair Cardoso Rittes e do escritório de advocacia Martins & Garcia Consultoria e......

Voltar para Polícia