Postado em 17 de Dezembro de 2018 às 08h21

Início da Operação Rodovida em SC flagra 74 motoristas embriagados em apenas seis horas

498 testes do bafômetro foram realizados no primeiro dia da operação

A Operação Rodovida 2018/2019 começou na tarde/noite sexta e madrugada de sábado em Santa Catarina com uma intensa fiscalização, focada no combate à embriaguez ao volante, em diversas regiões do estado. Durante aproximadamente seis horas de trabalho, as ações flagraram 74 motoristas dirigindo sob efeito de álcool.

A atividade envolveu 53 policiais rodoviários federais posicionados em locais estratégicos das rodovias BR 101, 282, 470, 116 e 163. Todos os motoristas flagrados embriagados tiveram a CNH recolhida, receberam multa gravíssima no valor de R$ 2.934,70 e vão responder processo de suspensão do direito de dirigir.

No total, os policiais envolvidos nas ações realizaram 408 testes com etilômetro. Além das multas por embriaguez, os agentes lavraram outros 140 autos de infração por irregularidades diversas previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A Operação Rodovida continua nos próximos dias, com atividades programadas e foco específico de acordo com as características da região, horário e local (ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade, embriaguez ou transporte de crianças, por exemplo).

Maior ação do ano de enfrentamento à violência no trânsito, a Operação Rodovida será dividida em duas etapas: a primeira segue até 31 de janeiro e contempla as comemorações de Natal, Ano Novo e férias escolares. A segunda será de 22 de fevereiro a 9 de março, domingo após o Carnaval.

Veja também

Três são condenados por fraude a licitações em cidade do Oeste. Fraude foi descoberta em operações do Gaeco em Xaxim23/05 O ex-Diretor de Compras e Presidente da Comissão de Licitação do Município de Planalto Alegre, Emerson Salvagni, e os empresários Emerson Dell'Osbel e Sandra Leite Dell'Osbel, denunciados pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), foram condenados por crimes contra licitações. Cada um dos réus foi condenado a quatro anos e oito......

Voltar para Polícia