Postado em 11 de Dezembro de 2018 às 17h40

Polícia Civil de Xaxim realiza operação e prende dois homens

Após, os procedimentos os presos foram conduzidos até o Presídio Regional de Xanxerê onde permanecem à disposição da Justiça

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia Civil da Comarca de Fronteira de Xaxim (DPCO-FRON/Xaxim), com o apoio dos Policiais Civis de Delegacia de Polícia de Ponte Serrada, deram cumprimento na tarde desta terça-feira (11/12) a 5 mandados judiciais, sendo 4 de busca e apreensão domiciliar e um de prisão preventiva.

As buscas só decorrentes do desdobramento de uma operação de combate ao tráfico de drogas que recentemente foi realizada em um condomínio residencial localizado no Bairro Chagas em Xaxim.

Em uma das residências alvo das buscas, foi encontrado um revólver calibre .38, além de 4 munições intactas do mesmo calibre, sendo que L.A.G de 22 anos foi preso flagrante por posse ilegal de arma de fogo e receptação, já que arma de fogo tem registro de furto no estado do Rio Grande do Sul. 

Também restou cumprido mandado judicial de prisão preventiva em face de A.F de 26 anos pelo envolvimento com o tráfico de drogas, este havia sido preso na operação anterior e foi posto em liberdade por força de um habeas corpus, onde após a conclusão do inquérito policial com novas provas produzidas, a Policia Civil representou novamente pela sua prisão preventiva, que fora prontamente deferida pelo Poder Judiciário de Xaxim com manifestação favorável do Ministério Público.

As investigações foram conduzidas pelo Delegado de Polícia Dr. Gustavo Oliveira Altemar. Após, os procedimentos os presos foram conduzidos até o Presídio Regional de Xanxerê onde permanecem à disposição da Justiça. 

*Polícia Civil de Xaxim

Veja também

Taxista dá lance de R$ 2,2 milhões em leilão do Grande Hotel Blumenau e não honra pagamento28/08/19 Imagem: Divulgação/Zampieri Leilões A Justiça catarinense registrou reviravolta para o destino da massa falida do Grande Hotel Blumenau, levado a pregão no último dia 15 de agosto e arrematado na ocasião por R$ 2,2 milhões - valor que deveria ser depositado em 24 horas, com prova de quitação em mais cinco dias úteis. Os prazos......
Ex-prefeita de Jaborá é condenada por crime de responsabilidade11/09/19 FOTO: ILUSTRATIVA/EBC Idas ao mercado ou ao shopping e visitas à família, após o expediente e nos fins de semana, eram atividades cotidianas da ex-Prefeita de Jaborá Maria Rodrigues de Lima. O problema é que ela......

Voltar para Polícia