Postado em 24 de Maio às 16h07

Promotoria de Justiça requer diligências em inquérito de morte de jovem por PM

Portal DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), por meio da 36ª Promotoria de Justiça da Comarca da Capital, requereu a juntada de documentos e novas...

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), por meio da 36ª Promotoria de Justiça da Comarca da Capital, requereu a juntada de documentos e novas diligências no inquérito policial que apura a morte de um jovem por policiais militares no bairro Ingleses, em Florianópolis.
De acordo com o inquérito da Polícia Civil, Vitor Henrique Xavier da Silva, de 18 anos, foi morto no quintal de casa, quando atirava em latinhas com uma arma de pressão, por policiais militares que haviam sido chamados para atender a ocorrência de um suposto homem que estaria armado na rua. O inquérito concluiu pelo indiciamento de um dos policiais por homicídio doloso.

Para o Promotor de Justiça André Otávio Vieira de Melo, o inquérito ainda necessita de complementação. Assim, ele requer a juntada de uma fotografia mencionada no depoimento de uma testemunha e a juntada do Inquérito Policial Militar que também apura os fatos.

O Promotor de Justiça requer, ainda, um croqui das casas limítrofes à residência do jovem, indicando onde que as testemunhas, até então já ouvidas, moram naquela localidade. Assim, pede a baixa do inquérito para a autoridade policial para a devida complementação, no prazo legal de 30 dias.

Veja também

Voltar para Polícia