Postado em 10 de Maio às 15h22

Audiência pública cobra melhorias em obras nas BRs 282 e 158

Portal DX - O melhor da informação da Região Oeste de Santa Catarina Os questionamentos e sugestões apresentados na audiência pública, promovida Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano, realizada nesta...

Os questionamentos e sugestões apresentados na audiência pública, promovida Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano, realizada nesta sexta-feira (10), na Câmara de Vereadores de Maravilha, proposta pelo vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro de Nadal (PMDB), para debater melhorias e construção de trevos nas rodovias BRs 282 e 158, serão acolhidas pela bancada do Oeste e oficializadas em documentos para serem apresentadas ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e ao Ministério da Infraestrutura.
As obras mais reivindicadas incluem a alterações no projeto de construção do trevo no entroncamento das BRs 282 e 158, melhorias nos trevos de acesso a Cunha Porã e Palmitos, de acesso à empresa Aurora em Cunha Porã, de trevos de acesso à Udesc e Unoesc em Pinhalzinho, e implantação de perimetrais em trechos urbanos dos municípios da região.
Antes do início da audiência, o deputado Mauro de Nadal, o chefe de serviço do Dnit em Chapecó, Diego Fernando da Silva, o prefeito de Palmitos, Dair Jocely Enge, estiveram no entroncamento das BRs 282 e 158. Na audiência, que durou mais de duas horas, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças empresariais manifestaram as preocupações com o andamento das obras, que iniciaram em novembro de 2018 e tem a previsão de término em novembro de 2020, além de apresentarem sugestões de alterações nos projetos de adequação e restauração das duas rodovias federais ao representante local do Dnit, que fez uma explanação das obras previstas para serem executadas.
A obra prevê a construção de 33 quilômetros de terceira pista e seis trevos na BR 282, entre São Miguel do Oeste e Chapecó, e restauração e construção de mais dois trevos na BR 158, que liga Maravilha a divisa com o Rio Grande do Sul. Orçada em R$ 158,5 milhões, a obra abrangerá um total de 160 quilômetros de restauração de pista nas duas rodovias, que recebem uma média diária de oito mil veículos, mas segundo o engenheiro Diego Fernando da Silva, ainda podem sofrer alterações nos projetos que estão sendo elaborados pelo Dnit. “Ouvimos as sugestões e questionamentos, agora vamos levar para análise técnica e financeira, depois buscar meios para que elas sejam realizadas.”
Sugestões e cobranças
O deputado Fabiano da Luz (PT), ex-prefeito de Pinhalzinho, destacou que atualmente as obras nas duas rodovias não são classificadas como prioritárias pelo governo federal, por isso a importância da união dos parlamentares em busca de recursos e alterações para que elas sejam realizadas. Luz observou que as obras previstas não vão resolver os problemas da região e sim só melhorar. “O ideal seria a duplicação das rodovias.” Altair Silva (PP), apresentou como sugestão construção de rotatórias nos trevos de Nova Itaberaba e em Flor do Sertão. “Precisamos juntar as forças políticas da região e pressionar pela liberação de recursos para conclusão das obras e a inclusão das apresentadas nesta audiência.”
A prefeita de Maravilha, Rosimar Maldaner (MDB), parabenizou a Assembleia Legislativa pela audiência pública, observando que a maioria não conhecia os projetos do Dnit. “É o momento oportuno para buscar encaminhamento de melhorias. Depois das obras concluídas não adianta reclamar e há muitas demandas que não estão contempladas no atual projeto.” O vice-prefeito de São Miguel do Oeste, Alfredo Spier (PP), solicitou a construção de mais um trevo no município para atender área industrial e população da região. O vice-prefeito de Pinhalzinho, Darci Fiorini (PP), lembrou que a rodovia BR 282 foi construída há mais de 40 anos e que as obras previstas são as primeiras a serem realizadas na região.
O presidente da Câmara de Vereadores de Pinhalzinho, Claudecir Corradi (MDB), pediu atenção do Dnit para o escoamento das águas na rodovia, lembrando que a drenagem atual foi implantada na construção da BR. O prefeito em exercício de Nova Erechim, Ramirez Tapia (PSD), solicitou a construção de um trevo no acesso ao parque industrial do município e instalação de postes e iluminação nos trevos já existentes. O diretor de infraestrutura e produção da Cooperativa Auriverde, Jonei Carlos Sevelin, pediu que as obras sejam realizadas por meio de planejamento em longo prazo, com modernidade e que atendam a atual e futura demanda da região.
Encaminhamentos
O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro de Nadal, saiu satisfeito do resultado da audiência pública, que em sua opinião foi realizada no momento certo, devido os projetos finais estarem sendo elaborados. Afirmou que todas as sugestões e questionamentos serão oficializados pela bancada do Oeste e depois apresentados no Dnit em Florianópolis e em Brasília, além de estar previsto audiência no Ministério da Infraestrutura para reivindicar, com apoio do Fórum Parlamentar Catarinense, liberação de recursos para conclusão das obras e para melhorias sugeridas.
Para Nadal, é necessário exigir essas melhorias nas obras de recuperação e que elas sejam dignas de tudo o que representa o Extremo-oeste. “O entroncamento das BRs 282 e 158 é o maior gargalo na nossa região. Precisamos de uma rotatória neste trevo para garantir segurança e possibilitar que o escoamento da produção possa fluir com mais rapidez”.

Veja também

Prefeitura de Xanxerê lança Programa Meu Bairro Mais Bonito13/05 A Prefeitura de Xanxerê inicia, nesta semana, o Programa Meu Bairro Mais Bonito. As ações serão desenvolvidas em todos os bairros de Xanxerê, conforme cronograma, onde diversas equipes de trabalho farão a limpeza de ruas, pinturas, recolhimento de entulhos, iluminação pública e ações de combate à dengue. O primeiro bairro a receber o......

Voltar para Política