Postado em 15 de Fevereiro às 09h48

Com nome a disposição, vereador do PT afirma que Xanxerê não precisa de ações eleitoreiras

Seguindo a linha do diagnóstico de nomes que integram o cenário político na disputa pela Prefeitura do município, o vereador Adriano De Martini (PT) está na lista.

Por Joimara S.Camilotti

Xanxerê – Seguindo a linha do diagnóstico de nomes que integram o cenário político na disputa pela Prefeitura do município, o vereador Adriano De Martini (PT) está na lista. O jovem é um dos destaques dentro do partido, com um vasto trabalho na ala da juventude, pastoral, além de ter tido um grande desempenho na sua primeira disputa a deputado estadual. O vereador já deixou seu nome a disposição e é uma das apostas do PT, que ainda conta com ao menos dois outros nomes que também já demonstraram trabalho e propostas para melhorar a Capital do Milho.

Como está o PT no município após as eleições estaduais e seu nome para o pleito municipal?
De Martini: O Partido dos Trabalhadores está unificado e forte em Xanxerê. Fizemos uma votação expressiva nas últimas eleições. Meu nome, naturalmente, aparece entre os cotados para concorrer na chapa majoritária. Eu estou à disposição do partido e da população xanxerense, assim como fiz para o pleito de 2018, com muita tranquilidade e coragem. Mas o que me deixa mais empolgado é o fato do partido ter outros bons nomes, que também surgem naturalmente, como o Tiecher e o Professor Alessandro, isso nos credencia para liderar um bom projeto e apresentar a população nas eleições de 2020. Por enquanto, sigo focado no nosso mandato de vereador, fazendo o possível para melhorar a vida das pessoas a partir do papel e espaço que ocupamos hoje. Os nomes para 2020 serão discutidos a partir da análise do partido e da vontade do povo xanxerense.

Como o partido observa o cenário local e como pretende atuar?
De Martini: O partido percebe que é o momento que não dá mais para esperar ações concretas. As obras e projetos precisam sair do papel. Nós estamos fazendo a nossa parte e trazendo recursos para o município, como nas emendas apresentadas no ano passado, quando assumi a prefeitura e que deverão beneficiar nove entidades e comunidades, mas agora a efetividade disso não depende mais só do Partido dos Trabalhadores. Temos a consciência de nosso papel importante no município de Xanxerê e vamos seguir trabalhando muito e exigindo resultados. Nos dois anos em que estivemos na presidência do legislativo municipal fizemos muito em termos de gestão, fomos reconhecidos por isso e é isso que esperamos também de outras esferas, muito trabalho!

Quais as principais bandeiras a serem defendidas por Xanxerê
De Martini: Nós temos pautas que insistem em não serem superadas. Em 2017, por exemplo, quando fui presidente da Câmara, destinamos 600 mil reais para a aquisição de um marroeiro para melhorarmos a situação das estradas do interior e dos bairros, que foi uma bandeira muito forte na nossa campanha. Também destinamos 80 mil reais de recursos da Câmara para zerar a fila de mamografia e contribuir na saúde, em parceria e diálogo com a secretária Irene, que vem apresentando bom trabalho, além das emendas que conseguimos junto a nossos deputados federais. Em 2018, quando o companheiro Tiecher foi presidente, a Câmara destinou recursos para a compra de um caminhão para realizar melhorias na iluminação pública, neste ano o caminhão começou a operar e esperamos obter bons resultados, pois isso também é uma reclamação constante das pessoas com quem conversamos. Xanxerê é uma cidade com muitos potenciais, mas precisamos pensá-la para longo prazo. Não dá para realizarmos ações apenas eleitoreiras, precisamos de gestos que perdurem e é isso que o PT propõe. Vamos continuar acompanhando essas pautas, além de ficarmos muito atentos a questão da geração de emprego e renda, pois há um grande número de desempregados, especialmente jovens no município.

Sua expressiva votação no cenário estadual lhe chancelou para disputas grandes, como você vê isso?
De Martini: Nossa votação aconteceu a partir de um grande ideal e projeto coletivo. Pessoas de 253 municípios do estado de Santa Catarina depositaram sua confiança naquilo que o meu nome representava, que era a renovação, a defesa das pautas da classe trabalhadora, da agricultura familiar e da juventude. Com isso conseguimos uma experiência muito importante para enfrentar qualquer pleito eleitoral, em qualquer posição, desde que seja coletivamente, a partir da vontade do partido e povo xanxerense.

Veja também

Prefeito de Marema retorna otimista de Brasília21/02 Barella também encontrou com o Governador Carlos Moisés da Silva, que esteve no Supremo Tribunal Federal (STF) para discutir questões relativas aos repasses aos Estados em razão da desoneração das exportações (Lei Kandir)....
Reforma vai gerar economia de R$ 1,236 trilhão em 10 anos, diz governo25/04 (Foto Isac Nobrega/PR) A economia prevista pelo governo com a reforma da Previdência pode chegar a R$ 1,236 trilhão, em 10 anos. O novo número foi divulgado hoje (25) pelo Ministério da Economia, ao apresentar o impacto......

Voltar para Política