Postado em 24 de Janeiro às 10h07

Dois municípios da Amai estão entre as cidades que mais investiram em saúde em Santa Catarina

Lajeado Grande e Marema ocupam a 8ª e 9ª posição no Estado.

Por Joimara S.Camilotti

Marema – Os municípios de Lajeado Grande e Marema, que integram a Amai (Associação dos Municípios do Alto Irani), estão entre as 18 cidades de Santa Catarina mais bem colocadas no investimento na área da saúde.
Lajeado Grande,ocupa a 8ª posição, com 1.453 habitantes, aplicando R$ 1.314 por pessoa. Já Marema, ocupa a 9ª posição, com 1.906, aplicando R$ 1.266 por pessoa.


A cidade que mais investiu em Saúde também está no Oeste, no pequeno município de Paial que conta com 1.577 habitantes e aplicou R$ 1.513,77 por pessoa.


Em Santa Catarina, o mínimo e o máximo variam de R$ 192,60 a R$ 1.513,80 por pessoa no ano inteiro. No Brasil, varia de R$ 67,54 a R$ 2.971,92. A média de Santa Catarina em relação à média dos municípios foi de R$ 586,13. No total, 181 municípios (61,3%) ficaram abaixo desse índice em 2017, incluindo Florianópolis, que despendeu média de R$ 389 por cidadão na área. No Brasil, a média foi de R$ 403,37.


Os dados são do Conselho Federal de Medicina, divulgados nesta semana e mostram o investimento médio por pessoa das prefeituras brasileiras em Ações e Serviços Públicos de Saúde (ASPS), declaradas no Sistema de Informações sobre os Orçamentos Públicos em Saúde (Siops).


Um dos maiores gargalos de Santa Catarina e motivo de maior preocupação do eleitorado catarinense, foi a saúde. O setor é fruto de dívida bilionária por parte do governo do Estado e as prefeituras, com caixas comprometidos pela crise, também não conseguem atender a demanda.


Entre as cidades com maior queda de investimento estão 109 municípios. As situações mais críticas são em Calmon (-34,89%), Aurora (-32,88%) e Corupá (-30,46%). Calmon, no Oeste do Estado reduziu o índice de R$ 928 em 2013 para R$ 604 em 2017.
 

Veja também

Com mais um voto, Lula pode deixar a cadeia em setembro23/04 Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil Dois ministros votam para manter a condenação de Lula, mas reduzir a pena para 8 anos e 10 meses de prisão. O relator do caso no STJ rebateu a tese da defesa de que a condenação se baseou apenas em delação e que não há provas. Caso mais um ministro do Superior Tribunal de Justiça ( STJ ) decida......
Marco Feliciano pede impeachment do vice-presidente Hamilton Mourão18/04 O deputado Marco Feliciano (Pode-SP) apresentou um pedido de impeachment contra o vice-presidente da República, General Hamilton Mourão. Em texto publicado no Twitter, o parlamentar, que é vice-líder do governo na Câmara, afirmou que Mourão tem praticado......

Voltar para Política