Postado em 19 de Dezembro de 2018 às 10h03

Eleitos são diplomados em Santa Catarina

Cerimônia de diplomação mobiliza autoridades do Estado no Tribunal de Justiça

O desejo de mudanças e a necessidade de resgate da crença da população na política foram destacados pelos candidatos eleitos em outubro deste ano e que foram diplomados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), em sessão solene, na tarde desta terça-feira (18), no Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), em Florianópolis.

A diplomação marca o fim do processo eleitoral e deixa os eleitos aptos para poderem tomar posse nos cargos para os quais foram escolhidos pelas urnas. Em Santa Catarina, foram 64 diplomados: governador, vice-governadora, dois senadores e seus quatro suplentes, 16 deputados federais e 40 deputados estaduais.

O governador eleito Carlos Moisés da Silva (PSL) afirmou que o resultado das urnas confirmou o desejo da população catarinense por mudanças. Ele se comprometeu com mudanças na máquina pública, com o enxugamento do Estado, a correção de distorções e o oferecimento de serviços públicos de qualidade.
“Não há honra maior para um cidadão do que ser escolhido por seus pares para fazer as mudanças que a sociedade pede”, disse o governador diplomado. “Para honrar essa votação, nós faremos mudanças. Nosso compromisso é agir para mudar a vida das pessoas. Quem governa deve fazer para o bem-estar de todos e esse será o nosso propósito.”
Coube aos mais votados em outubro discursar em nome dos diplomados. O deputado estadual Ricardo Alba (PSL) afirmou que a diplomação certifica a vontade de mudança manifestada pelos eleitores catarinenses nas urnas. Para ele, os diplomados fazem parte de um novo momento na política.

“O cidadão e o Estado precisam de práticas políticas que façam os eleitores terem fé novamente em seus representantes”, disse Alba. “As pessoas querem que os políticos cuidem do que é básico. Que sejamos honestos e éticos com a coisa pública. Que todos tenhamos um ótimo e profícuo mandato em nome e benefício da população catarinense”, afirmou.

O deputado federal Hélio Costa (PRB) lembrou que os escolhidos nas urnas em outubro foram eleitos para fazer a diferença e “atender a esperança de uma sociedade que não suporta mais sobreviver num ambiente de tantas incertezas e práticas descabidas”.

“Chega de maus exemplos, de indiferenças. Devemos lutar por uma história que nos faça esculpir um legado que eleve a autoestima de nossa gente”, disse o parlamentar diplomado.

O senador eleito Esperidião Amin (PP) afirmou que as mudanças são necessárias para a sobrevivência da democracia que, segundo ele, está sob ameaça no Brasil e no mundo. “Faço um apelo pela capacidade de respeitarmos um a ideia do outro, para reconquistarmos o direito permanente de, pela democracia, tomarmos decisão que respondam a esse clamor popular.”

Amin pediu coragem para que os eleitos façam as mudanças necessárias, pedidas pela população nas urnas, como o fim do loteamento de cargos públicos, a meritocracia no serviço público e a mobilização por resultados. “Esse é o caminho para o resgate e a salvação da democracia”, concluiu.

O presidente do TRE-SC, desembargador Ricardo Roesler, que conduziu a sessão solene, homenageou os voluntários que trabalharam durante as eleições, em nome da professora Maria de Fátima Seifert Loch, uma das mesárias que mais colaborou com a Justiça Eleitoral, participando de 14 eleições. “Rendemos nossa homenagem também à urna eletrônica, tão contestada por alguns, que cumpriu sua missão de revelar a vontade dos brasileiros e catarinenses pelo sagrado direito do voto livre e consciente”, disse o desembargador, que reafirmou a confiabilidade do sistema eletrônico de votação.

Aos eleitos, Roesler lembrou que a diplomação revela e certifica a vitória nas urnas e constitui a expressão da vontade popular. “O sucesso de vossas excelências será o sucesso da sociedade catarinense e resultará em um estado mais forte e qualificado”, finalizou.

Com a diplomação, os candidatos estão aptos a tomar posse. Governador e vice-governadora serão empossados na Assembleia, no dia 1º de janeiro, às 16 horas. Senadores e deputado federais assumem seus cargos no dia 1º de fevereiro, em Brasília. Já os deputados estaduais tomarão posse na Alesc, em 1º de fevereiro, às 9 horas.

Veja também

Vereadora comemora emenda parlamentar de R$ 100 mil para o Fundo da Saúde25/10/18 Xaxim- A vereadora do MDB, Joseane Sampaio usou a tribuna na reunião de terça-feira, 13, para anunciar a destinação de recursos para o município de Xaxim. Trata-se de uma Emenda de bancada, indicada pelo deputado federal,......

Voltar para Política